Zelenskyy: Rússia controla cerca de um quinto da Ucrânia

Por Katabella Roberts 

O presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelenskyy, disse na quinta-feira que as forças russas agora controlam cerca de um quinto de seu país, enquanto os combates continuam há quase 100 dias. 

Zelenskyy disse à legislatura de Luxemburgo que as tropas russas entraram em “3.620 assentamentos na Ucrânia”, dos quais 1.017 deles já foram libertados e outros 2.603 devem ser libertados.

“A partir de hoje, cerca de 20% do nosso território está sob o controle dos ocupantes”, disse Zelenskyy. “Quase 125 mil quilômetros quadrados. Isso é muito maior do que a área de todos os países do Benelux juntos. Cerca de 300 mil quilômetros quadrados estão repletos de minas e munições não detonadas. Quase 12 milhões de ucranianos tornaram-se deslocados internos. Mais de 5 milhões, principalmente mulheres e crianças, foram para o exterior”.

Apesar das tropas russas terem conquistado grandes regiões do país, o presidente ucraniano observou que as forças ucranianas mostraram “bravura extraordinária” e se recusaram a se render a Moscou.

“Paramos e estamos gradualmente empurrando o exército de invasores, que recentemente foi considerado o segundo mais forte do mundo, para fora do nosso território”, disse.

Os comentários de Zelenskyy vieram logo após ele visitar Kharkiv no domingo, marcando sua primeira aparição pública fora de Kiev desde o início do conflito.

Em um comunicado, seu gabinete disse que o presidente se reuniu com os militares e entregou às tropas prêmios estaduais “e presentes valiosos” enquanto agradecia por seu serviço.

Durante sua visita, o chefe da Administração Militar Regional de Kharkiv, Oleg Synegubov, disse que atualmente 31% do território da região está temporariamente ocupado pelas forças russas, enquanto 5% foram liberados dos soldados russos.

“Ainda não somos capazes de inspecionar completamente alguns dos assentamentos liberados, realizar uma desminagem completa e começar a reconstruir a infraestrutura crítica, à medida que os bombardeios continuam. Onde podemos fazê-lo remotamente, nós o fazemos”, disse Synegubov.

Synegubov acrescentou que as forças russas destruíram 2.229 arranha-céus, dos quais 225 foram completamente destruídos. Os distritos do norte e leste de Kharkiv sofreram os maiores danos e destruição, com um total de 30,2% do total de moradias impactadas, segundo o chefe da RMA.

Durante sua visita, Zelenskyy, entre outras coisas, inspecionou os prédios residenciais destruídos no distrito de Saltivka, em Kharkiv, e disse que novas casas devem ser construídas na cidade, com abrigos antiaéreos.

Os últimos comentários do presidente ucraniano vieram depois que as tropas russas assumiram o controle de mais de dois terços da estrategicamente importante cidade de Sievierodonetsk, no leste da Ucrânia, após dias de combates ferozes.

Serhiy Haidai, chefe da Administração Militar Regional de Luhansk, confirmou via Telegram em 1º de junho que as forças de Moscou tomaram mais de 70% da cidade, situada na região de Donbass.

Vários relatórios afirmam que cerca de 800 pessoas, incluindo crianças, estão se escondendo de bombardeios russos sob uma fábrica de produtos químicos na cidade.

Se as forças russas assumissem completamente Sievierodonetsk, o presidente russo Vladimir Putin controlaria efetivamente toda Luhansk, que, junto com Donetsk, compõem coletivamente a região de Donbass.

Zelenskyy disse à legislatura de Luxemburgo na quinta-feira que as forças russas “já destruíram quase todo o Donbass”, que ele disse ter sido “um dos centros industriais mais poderosos da Europa”, mas agora está completamente devastado.

“Os ocupantes estão destruindo cidade após cidade. Basta olhar para a cidade de Mariupol. Havia meio milhão de pessoas, vida pacífica comum em uma importante cidade industrial. Agora há ruínas queimadas. E ainda nem sabemos exatamente quantos de nosso povo foram mortos pelos ocupantes. Pelo menos dezenas de milhares – dezenas de milhares em pouco menos de 100 dias.”

“Isso é o que significa, de fato, caracterizar esta guerra como em grande escala. E é por isso que estamos tão alto pedindo que o mundo nos apoie”, acrescentou.

Entre para nosso canal do Telegram

Assista também:

 
 
 

Regime chinês matou adepto do Falun Gong para extrair seu fígado, afirma testemunha

Regime chinês matou adepto do Falun Gong para extrair seu fígado, afirma testemunha
Um ex-membro de uma gangue criminosa japonesa disse que testemunhou o comércio de órgãos na China, tendo visto ...
Leia Mais >
 

Trump: FBI invadiu sua casa na Flórida, propriedade está ‘sob cerco’

Trump: FBI invadiu sua casa na Flórida, propriedade está ‘sob cerco’
O ex-presidente Donald Trump disse que sua casa em Mar-a-Lago na Flórida está "sob cerco" e "ocupada por ...
Leia Mais >
 

Biden se diz “preocupado” com manobras da China, mas não crê em passo além

Biden se diz “preocupado” com manobras da China, mas não crê em passo além
O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, afirmou nesta segunda-feira estar "preocupado" com o uso de armas pela ...
Leia Mais >
 

Alimentos ultraprocessados podem contribuir para perda cognitiva

Alimentos ultraprocessados podem contribuir para perda cognitiva
Dificuldade de lembrar datas, fazer cálculos ou realizar tarefas básicas do dia a dia. As habilidades cognitivas geralmente ...
Leia Mais >