Wikileaks expõe ajuda do Google a grupos jihadistas no conflito sírio

O Google ajudou a Al-Qaeda e outros grupos salafistas como a Irmandade Muçulmana a ganhar novos membros no início do conflito sírio, segundo documentos secretos e e-mails vazados pelo Wikileaks.

Segundo os documentos, o então diretor do Google Ideas, Jared Cohen coordenou ações para apoiar os grupos rebeldes, opositores ao atual governo de Bashar al-Assad, com a então Ministra das Relações Exteriores dos EUA, Hillary Clinton, e o Vice-Secretário de Estado dos EUA, William Burns. O Google empregou sua tecnologia para ajudar o conflito na Síria a ganhar força.

Em julho de 2012, o Google forneceu um sistema para rastear deserções na Síria e repassar as informações à mídia Al-Jazeera, a qual ajudaria espalhar as informações na região. Essa ação coordenada entre os oficiais dos EUA e Google, teve o objetivo de encorajar mais pessoas a pegar em armas e se juntar às fileiras dos rebeldes.

No email vazado, consta que o Diretor de Planejamento de Políticas para o ex-presidente Barack Obama, Jake Sullivan, disse a Hillary Clinton – ele serviu como conselheiro na última eleição presidencial dos EUA -, que “esta é uma idéia muito boa”.

A administração dos EUA em 2012 já estava ciente do fato de que a oposição no conflito sírio consistia principalmente da Al-Qaeda e outros grupos jihadistas. Em um relatório antes secreto, agora público, da administração dos EUA sobre o conflito sírio é afirmado que “os salafistas, a Irmandade Muçulmana e Al-Qaeda são as principais forças que dirigem a insurgência na Síria”.

 
 
 

Regime chinês matou adepto do Falun Gong para extrair seu fígado, afirma testemunha

Regime chinês matou adepto do Falun Gong para extrair seu fígado, afirma testemunha
Um ex-membro de uma gangue criminosa japonesa disse que testemunhou o comércio de órgãos na China, tendo visto ...
Leia Mais >
 

Trump: FBI invadiu sua casa na Flórida, propriedade está ‘sob cerco’

Trump: FBI invadiu sua casa na Flórida, propriedade está ‘sob cerco’
O ex-presidente Donald Trump disse que sua casa em Mar-a-Lago na Flórida está "sob cerco" e "ocupada por ...
Leia Mais >
 

Biden se diz “preocupado” com manobras da China, mas não crê em passo além

Biden se diz “preocupado” com manobras da China, mas não crê em passo além
O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, afirmou nesta segunda-feira estar "preocupado" com o uso de armas pela ...
Leia Mais >
 

Alimentos ultraprocessados podem contribuir para perda cognitiva

Alimentos ultraprocessados podem contribuir para perda cognitiva
Dificuldade de lembrar datas, fazer cálculos ou realizar tarefas básicas do dia a dia. As habilidades cognitivas geralmente ...
Leia Mais >