Vovô que vive em extrema pobreza resgata cão paraplégico e o hospeda em sua humilde casa

Por Romina Garcia

Um avô que vive em extrema pobreza criou um lugar em seu coração e em seu humilde refúgio para abrigar um cão paraplégico. Sua nobreza comoveu uma salvadora de animais que está movimentando as redes sociais para ajudá-lo e proporcionar-lhe um lugar decente para morar.

Seu Cido, 62 anos, tinha empatia por Kyoto, um cachorrinho que ficou paraplégico após ser maltratado pelo ex-dono que o abandonou. O homem, embora carecendo de recursos básicos, tentou dar ao infeliz animal uma vida melhor, segundo Razões pra Acreditar

Cido, que não pensava em seus problemas financeiros, mas em como cuidar de Kyoto, fez um lugar especial no quartinho em que mora. Ele criou um pequeno cercado com tijolos e telhas para o canino que não pode mover seus quadris ou patas traseiras, de forma que ele pudesse se mover em um lugar limpo de suas fezes.

O idoso, que trabalha como catador de recicláveis ​​e sobrevive com uma pequena pensão de auxílio estatal de 91 reais ($ 16,34).

O quarto em que ele mora tem apenas uma cama dobrável. Ele não tem nenhum meio indispensável para a vida como cozinha, geladeira, sofá ou armário. Mesmo assim, Cido não hesitou em resgatar seus 6 cães e Kyoto, de acordo com a VOAA .

A história de Cido foi divulgada através da ativista dos direitos dos animais Luisa Mell, que foi à casa de Cido para ajudar Kyoto e ficou chocada com sua situação precária.

Mell ficou emocionada com o amor e carinho que o velho tem por seus cães e quis ajudar abrindo uma conta na VOAA para arrecadar fundos e conseguir uma casa para Cido viver nas condições que ele merece.

A ativista da causa animal fez uma publicação em sua conta no Instagram :

“Hoje nós o visitamos para aprender sobre sua história e encontramos um homem gentil, mas que vive em condições desumanas, até ratos vagavam pela sala enquanto estávamos lá”, escreveu Mell.

Em outra postagem, Mell escreveu :

“O valor de um homem não se mede pelas roupas ou pelos bens que ele possui, o verdadeiro valor de um homem é o seu caráter, as suas ideias e a nobreza dos seus ideais. Hoje tive o privilégio de conhecer o Cido e todo o seu amor pelos animais. Foi uma lição de vida. Mesmo diante de tantas dificuldades, ele exala amor. Mesmo tendo tão pouco, compartilha o que ele tem.”

Mell disse em sua postagem que as orações de Cido foram ouvidas e que Kyoto está recebendo tratamento veterinário com o apoio de sua organização.

A salvadora também afirmou em seu post no Instagram que o avô deixou para ela uma importante lição de vida.

“O verdadeiro amor é aquele de pessoas que querem o bem do outro acima de nosso egoísmo e julgamento. [..,] E me diga se você não merece toda a nossa ajuda e compaixão! Ajude-me a tornar o mundo um pouco melhor e mais justo ”.

 
 
 

Regime chinês treina esquadrão cubano encarregado de reprimir protestos na ilha

Regime chinês treina esquadrão cubano encarregado de reprimir protestos na ilha
O exército chinês pode estar mais perto da América Latina do que se acredita. Fotos obtidas pela mídia ...
Leia Mais >
 

Nesta quinta-feira o presidente Jair Bolsonaro falou sobre transparência eleitoral com fortes declarações que receberam amplo apoio popular

Nesta quinta-feira o presidente Jair Bolsonaro falou sobre transparência eleitoral com fortes declarações que receberam amplo apoio popular
Por NTD Notícias Nesta quinta-feira o presidente Jair Bolsonaro falou sobre transparência eleitoral com fortes declarações que receberam ...
Leia Mais >
 

EUA condena tratamento ‘severo’ de Pequim aos repórteres que cobrem inundações na China Central

EUA condena tratamento ‘severo’ de Pequim aos repórteres que cobrem inundações na China Central
Washington expressou profunda preocupação com a vigilância, assédio e intimidação "cada vez mais severa" que colocou em perigo ...
Leia Mais >
 

EUA: mapas mostrando Taiwan como parte da China barrados

EUA: mapas mostrando Taiwan como parte da China barrados
Por NTD Notícias Um homem foi brutalmente atacado na cidade de Zhengzhou, na China pelo que pareciam ser ...
Leia Mais >