Variante lambda da COVID-19 mostra resistência à vacina, revela novo estudo

Por Isabel Van Brugen

Pesquisadores do Japão revelaram que a variante Lambda do COVID-19 exibe maior infectividade e resistência imunológica às vacinas do que a versão do vírus que surgiu pela primeira vez em Wuhan , China.

Um preprint publicado recentemente de um estudo japonês, que ainda não foi revisado por pares, sugere que a variante Lambda, detectada pela primeira vez no Peru, é capaz de resistir a anticorpos neutralizantes induzidos por vacina para combater o vírus do PCC (Partido Comunista Chinês) .

Três mutações na proteína Spike da variante ajudam a evitar anticorpos, enquanto duas outras mutações a tornam mais infecciosa, descobriram os pesquisadores em experimentos de laboratório.

Acredita-se que a variante Lambda, também conhecida como C.37, tenha aparecido pela primeira vez no Peru em agosto do ano passado. Não era reconhecido como uma ameaça potencial em todo o mundo até os últimos meses, quando em 17 de junho, a Organização Mundial da Saúde (OMS) o declarou uma variante de interesse após aparecer em vários países simultaneamente.

A OMS disse anteriormente que a resistência da variante a “anticorpos neutralizantes” poderia aumentar sua transmissibilidade. Esta variante foi associada a “taxas substanciais de transmissão na comunidade em vários países”, acrescentou.

No Peru, Lambda é responsável por cerca de 82% das novas infecções. Enquanto isso, Chile, Argentina, Brasil, Colômbia, Equador e México confirmaram casos generalizados da variante.

“Deve-se notar que a taxa de vacinação no Chile é relativamente alta; a porcentagem de pessoas que receberam pelo menos uma dose da vacina COVID-19 foi [aproximadamente] 60 por cento “, escreveram os pesquisadores .

“No entanto, na primavera de 2021 houve um grande aumento de COVID-19 no Chile, sugerindo que a variante Lambda é competente para escapar da imunidade antiviral causada pela vacinação”, alertam a seguir.

Nos Estados Unidos, a variante Lambda até agora infectou pouco menos de 1.000 pessoas, e alguns especialistas acreditam que ela representa uma ameaça menor do que a variante Delta, que atualmente responde por cerca de 80% de todos os novos casos sequenciados no país.

Os pesquisadores japoneses alertam que Lambda, sendo rotulado como uma variante de interesse pela OMS e não uma variante de preocupação, a população pode não perceber que é uma ameaça atual em comparação com outras cepas.

O virologista da OMS Jairo Méndez-Rico disse à DW no final do mês passado que, embora a variante possa ter taxas de infecção mais altas, não há indicação de que seja mais agressiva.

Méndez-Rico também disse que mais dados são necessários para comparar a nova variante rotulada com outras variantes existentes, como Gamma (P.1) e Delta (B.1.617.2), que já foram classificadas pela OMS como variantes de preocupação.

“Lambda pode ser uma ameaça potencial para a sociedade humana”, disse à Reuters o principal pesquisador do estudo japonês, Kei Sato, da Universidade de Tóquio.

Entre para nosso canal do Telegram

Siga o Epoch Times no Gettr

 
 
 

Pequim prendeu pelo menos 100 praticantes do Falun Gong em setembro

Pequim prendeu pelo menos 100 praticantes do Falun Gong em setembro
O Partido Comunista Chinês (PCC) condenou pelo menos 100 praticantes do Falun Gong à prisão em setembro, de ...
Leia Mais >
 

“Round 6” na vida real; comércio de órgãos do PCC

“Round 6” na vida real; comércio de órgãos do PCC
Uma sociedade na qual todos competem por dinheiro e pela chance de mudar seus destinos; Onde excluídos têm ...
Leia Mais >
 

Pais que defendem seus filhos são tratados como terroristas domésticos por conselhos escolares

Pais que defendem seus filhos são tratados como terroristas domésticos por conselhos escolares
À medida que mais e mais pais vão aos conselhos escolares locais para reclamar sobre a teoria crítica ...
Leia Mais >
 

46 mortos e 41 feridos em incêndio em Taiwan

46 mortos e 41 feridos em incêndio em Taiwan
Pelo menos 46 morreram após um incêndio “extremamente severo” em Taiwan. Ocorrido dentro de um prédio de 13 ...
Leia Mais >