Trump e Pence condenam “tentativas de ataque” contra os Clintons e Obama

Por Zachary Stieber, Epoch Times

O presidente Donald Trump e o vice-presidente Mike Pence condenaram as “tentativas de ataques” contra Bill e Hillary Clinton e o ex-presidente Barack Obama em 24 de outubro, referente a pacotes suspeitos enviados aos Clintons e Obama que foram interceptados pelo Serviço Secreto.

“Condenamos as tentativas de ataques contra o ex-presidente Obama, os Clintons, a CNN e outros”, disse Pence em um comunicado no Twitter. “Essas ações covardes são desprezíveis e não têm lugar neste país. Agradeço a rápida resposta do Serviço Secreto, do FBI e da polícia local. Os responsáveis serão levados à justiça “.

Trump compartilhou a declaração de Pence no Twitter e acrescentou: “Eu concordo plenamente!”

A assessora de imprensa da Casa Branca, Sarah Sanders, disse no Twitter que o presidente Trump e sua administração estão acompanhando de perto a situação.

“Nossa condenação a esses atos desprezíveis certamente inclui as ameaças à CNN, bem como a funcionários públicos atuais ou anteriores. Esses atos de covardia são inaceitáveis e não serão tolerados “, escreveu ela.

A sede da CNN em Nova Iorque foi evacuada depois que um pacote suspeito foi descoberto na sala de correspondência do Time Warner Center.

Em uma declaração anterior, Sanders chamou de covardes àqueles que enviaram o pacote.

O Serviço Secreto disse que interceptou os pacotes endereçados aos Clintons e Obama, respectivamente, enquanto a polícia de Nova Iorque investiga o dispositivo.

“Os pacotes foram identificados imediatamente durante os procedimentos rotineiros de inspecção de correio como possíveis dispositivos explosivos e foram adequadamente tratados como tal. Os protegidos não receberam os pacotes nem correram o risco de recebê-los”, disse o Serviço Secreto em um comunicado.

“O Serviço Secreto iniciou uma investigação criminal de escopo total que usará todos os recursos federais, estaduais e locais disponíveis para determinar a origem dos pacotes e identificar os responsáveis.”

Nesta quarta-feira (24), várias denúncias de pacotes suspeitos surgiram, incluindo vários enviados a agências de notícias na Califórnia.

Os pacotes chegaram depois que o bilionário George Soros, que financia vários grupos progressistas, aparentemente recebeu um dispositivo explosivo, e que outro tinha sido enviado para a casa da senadora Susan Collins (republicana do Maine), que supostamente continha o veneno ricina.

Vários pacotes testados que deram positivo para o veneno foram interceptados no início de outubro; eles eram dirigidos a altos funcionários do Pentágono e ao presidente Donald Trump na Casa Branca.

 
 
 

Site da Universidade de Havana é invadido com mensagens contra Castro e Díaz-Canel

Site da Universidade de Havana é invadido com mensagens contra Castro e Díaz-Canel
O grupo Anonymous Cuba Oficial invadiu neste domingo o site da Faculdade de Física da Universidade de Havana ...
Leia Mais >
 

Mais de 300 detidos no estado de São Paulo durante o carnaval de sábado

Mais de 300 detidos no estado de São Paulo durante o carnaval de sábado
A Polícia do Estado de São Paulo prendeu 333 pessoas, incluindo duas venezuelanas, durante as festividades de carnaval ...
Leia Mais >
 

Guaidó pressionará por mais sanções contra regime de Maduro

Guaidó pressionará por mais sanções contra regime de Maduro
Depois de retornar à Venezuela após uma turnê internacional de três semanas, Juan Guaidó diz que tomou um ...
Leia Mais >
 

Alemanha: assassino em massa tinha motivo racista, segundo autoridades

Alemanha: assassino em massa tinha motivo racista, segundo autoridades
As autoridades alemãs acreditam que o homem armado que cometeu dois disparos na cidade de Hanau, na Alemanha ...
Leia Mais >