Trump e Biden discutem policiamento, pandemia e economia no primeiro debate presidencial

Por Jack Phillips

O presidente Donald Trump e o ex-vice-presidente Joe Biden se enfrentaram em um debate contencioso sobre uma série de questões, incluindo a pandemia de COVID-19, motins, desemprego, a Suprema Corte e cédulas de correio.

Durante o debate, os dois candidatos se atacaram fortemente, com Trump tentando amarrar Biden à ala de “esquerda radical” de seu partido e freqüentemente observando que o ex-vice-presidente é um político de carreira com 47 anos de carreira.

Mas o evento foi pontuado por interrupções e conversas. Chris Wallace da Fox News, que moderou o debate, também discutiu com o presidente diante de suas respostas.

“Quer calar a boca, cara?” Biden disse a Trump em um ponto, chamando-o de “não-presidente”. Mais tarde, ele interrompeu Trump novamente e disse: “Ele vai ficar quieto por um minuto?”

“Você se graduou como o pior em sua classe”, Trump disse a Biden depois que ele comentou que disse que o presidente deveria se tornar “inteligente” com a pandemia de COVID-19.

Biden atacou o manejo de Trump com a pandemia do vírus do PCC, dizendo que o presidente “esperou e esperou” para agir enquanto o vírus do PCC se espalhou nos Estados Unidos. Biden então disse que Trump deveria “sair de seu bunker e sair da emboscada” e ir em seu carrinho de golfe ao Salão Oval para bolar um plano bipartidário para salvar pessoas.

“Eu vou te dizer Joe, você nunca poderia ter feito o trabalho que fizemos. Você não o tem isso no seu sangue”, disse Trump em resposta.

Mais tarde, Biden criticou o desempenho da economia sob o governo Trump.

Trump também criticou a recusa de Biden em comentar se ele tentaria expandir a Suprema Corte para ter mais juízes se Amy Coney Barrett for confirmada à Suprema Corte após a morte da ex-juíza Ruth Bader Ginsburg.

Quando o debate mudou para as relações raciais, Biden alegou que Trump está tentando usar “tudo como um apito de cachorro para tentar gerar ódio racista, divisão racista”.

Trump então afirmou que o trabalho de Biden em um projeto de lei federal sobre o crime em 1994 tratava os negros “quase tão mal quanto qualquer pessoa neste país”. E mais tarde ele disse que cidades atingidas por tumultos como Minneapolis estão de volta sob controle, mas em outros lugares como Portland, os democratas se recusaram a permitir agentes federais lá.

“Nós acreditamos na lei e na ordem, você não”, disse Trump, acrescentando que as cidades administradas pelos democratas são dirigidas por esquerdistas radicais “e eles têm você na mão, Joe”.

Ele então apontou para cidades administradas por democratas, como Nova Iorque e Chicago, que viram um aumento no crime, assassinatos e tiroteios, acrescentando que Biden destruiria os subúrbios se fosse eleito.

“Ele não reconheceria um subúrbio a menos que pegasse o caminho errado”, disse Biden, enquanto novamente acusava Trump de usar terminologia racista.

Biden respondeu que a maioria dos policiais são “boas pessoas”, mas há “maçãs podres e … eles precisam ser resolvidos”.

Hunter, filho de Biden, também se tornou um tópico de discussão.

“A China almoçou”, disse Trump, dizendo que o filho de Biden tinha práticas comerciais questionáveis ​​na China e na Rússia enquanto Biden era o vice-presidente.

“E não é à toa que seu filho entra e tira bilhões de dólares para administrar, ganha milhões de dólares – enquanto estamos nisso, por que o prefeito da esposa de Moscou deu a seu filho US$ 3,5 milhões? O que ele fez com o Burisma? ” perguntou ele.

Um relatório do Comitê de Segurança Interna do Senado, controlado pelos republicanos, detalhou os laços comerciais de Hunter Biden na China e sua posição enquanto ele fazia parte do conselho da empresa de gás ucraniana Burisma Holdings, que há muito é acusada de corrupção.

Biden disse a Trump que as alegações estavam “totalmente desacreditadas”.

“Meu filho não fez nada de errado com o Burisma”, acrescentou Biden dizento que a posição de Trump foi “desacreditada por todo mundo”.

Apoie nosso jornalismo independente doando um “café” para a equipe.

Veja aqui o debate:

 
 
 

Após eleições, política comercial dos EUA com a China será mais do mesmo, dizem especialistas

Após eleições, política comercial dos EUA com a China será mais do mesmo, dizem especialistas
Os Estados Unidos mudaram suas relações com o regime comunista chinês, e as relações comerciais estão destinadas, após ...
Leia Mais >
 

NASA escolhe Nokia para construir rede de telefonia móvel na Lua

NASA escolhe Nokia para construir rede de telefonia móvel na Lua
A Administração Nacional de Aeronáutica e Espaço (NASA) dos Estados Unidos escolheu a empresa de tecnologia Nokia para ...
Leia Mais >
 

Trump: conta em banco chinês?

Trump: conta em banco chinês?
Por NTD Notícias A eleição americana se aproximando destaca os negócios de cada candidato, particularmente com a China. ...
Leia Mais >
 

Sócio de Hunter Biden afirma que falou com Joe Biden sobre acordo com China

Sócio de Hunter Biden afirma que falou com Joe Biden sobre acordo com China
O ex-parceiro de negócios de Hunter Biden disse na quinta-feira que se encontrou com o ex-vice-presidente Joe Biden ...
Leia Mais >