Shen Yun traz verdade a Cheyenne

Shen Yun traz verdade a Cheyenne

Matthew Martinez participou da apresentação do Shen Yun Performing Arts no Cheyenne Civic Center em Cheyenne, em Wyoming, no dia 2 de fevereiro de 2022 (Sally Sun/NTD News)

2022/02/05

CHEYENNE, Wyoming – A cultura da China antes do comunismo é dramaticamente capturada pelo Shen Yun Performing Arts. Matthew Martinez, um médico do Colorado, sentiu que a cultura chinesa tem muitos valores universais.

Especificamente, o Sr. Martinez se referiu à conexão da China com o divino. “Acho que é uma mensagem universal em muitas culturas. Isso faz com que alcance pessoas de todos os tipos e origens”, declarou ele.

A trupe do Shen Yun, sediada em Nova Iorque, se esforça para fornecer ao seu público um relato verdadeiro da China no passado e no presente. A empresa retrata o divino e a perseguição ao Falun Gong em suas apresentações, e é por isso que eles estão proibidos de sediar o espetáculo na China.

“Fiquei muito emocionado com a ideia de que a prática da espiritualidade é proibida e severamente punida, e isso, por vezes, foi esmagador”, relatou o Sr. Martinez.

Ele acrescentou que as pessoas nos Estados Unidos se beneficiariam de assistir ao Shen Yun para entender como é na China. Ele expressou seu apoio à empresa por manter a cultura viva.

“Acho importante para as pessoas nos Estados Unidos, que podem não entender o tipo de restrições impostas a elas. Fiquei surpreso que há um grupo de pessoas tentando manter a espiritualidade viva”, afirmou ele.

Os dançarinos do Shen Yun são treinados na dança clássica chinesa, uma antiga forma de arte que permite ao dançarino representar uma ampla gama de emoções e sentimentos.

“A força, a elegância dos dançarinos foi diversas vezes impressionante. A música era fantástica. Acredito que a mensagem cultural também é muito comovente”, afirmou o Sr. Martinez.

Brad Buckner participou da apresentação do Shen Yun Performing Arts no Cheyenne Civic Center em Cheyenne, no Wyoming, no dia 2 de fevereiro de 2022 (NTD)
Brad Buckner participou da apresentação do Shen Yun Performing Arts no Cheyenne Civic Center em Cheyenne, no Wyoming, no dia 2 de fevereiro de 2022 (NTD)

Brad Buckner também estava na plateia. Ele ficou muito comovido com os esforços do Shen Yun para retratar a cultura tradicional chinesa e os perigos do comunismo.

“Eu acho que pessoalmente eles estão literalmente arriscando suas vidas porque o Partido Comunista não conhece fronteiras. Eles não têm respeito pela vida humana. Eles não se importam com quem machucam e machucam para conseguir o que querem. É assim que é o Partido Comunista”, relatou Buckner.

“Vou te dizer uma coisa, [o espetáculo] quase te faz chorar, porque é uma história real sobre pessoas reais. Eu tenho um coração mole. Assistir ao show faz a pessoa entender. Você ouve sobre isso, você não vê tanto nas notícias, mas é ótimo que eles estejam aqui e que estejam no palco e que seja interpretado”, continuou ele.

Ele também compartilhou seu apreço pelo retrato verídico pelo Shen Yun dos acontecimentos atuais.

“As coisas que eles fazem com outras pessoas são horríveis. Então, traz uma realidade para o palco, para nossos olhos e ouvidos, é diferente de apenas ler ou assistir algo na televisão”, afirmou Buckner.

Ele também pediu que todos aproveitem a oportunidade para experienciar o Shen Yun por si mesmos.

“Vá descobrir onde está se apresentando, compre ingressos e vá curtir. A cor, os sons, tudo o que seu cérebro vai processar vale a pena. Você não verá isso com muita frequência em Cheyenne, no Wyoming, ou em sua cidade, ou onde quer que vá. Então descubra onde eles estão se apresentando e vá conferir”, declarou ele.

Com reportagem de Sally Sun, NTD e Maria Han.

O Epoch Times considera o Shen Yun Performing Arts o evento cultural mais importante do nosso tempo e cobre comentários do público desde o início da empresa, em 2006.

Entre para nosso canal do Telegram

Assista também: