Rússia expulsa diplomatas dos EUA em retaliação

Por Isabel Van Brugen 

Moscou anunciou na quarta-feira que expulsará diplomatas da Rússia.

O Ministério das Relações Exteriores da Rússia disse que a embaixada dos EUA em Moscou recebeu uma lista de seus diplomatas que foram declarados “persona non grata”.

Persona non grata significa “uma pessoa indesejada”.

“Em 23 de março, uma nota com a lista dos diplomatas americanos declarados ‘persona non grata’ foi entregue ao chefe da missão diplomática americana que foi convocado ao Ministério das Relações Exteriores”, disse o ministério em comunicado.

“O lado americano foi informado com muita firmeza de que qualquer ação hostil dos EUA contra a Rússia provocaria uma resposta decisiva e comparável”, disse o comunicado, informou a agência estatal russa Interfax.

A mídia estatal russa disse que a medida foi uma resposta à decisão de Washington no mês passado de expulsar 12 diplomatas russos em missão da ONU em Nova Iorque. Os Estados Unidos acusaram os indivíduos expulsos de “atividades de espionagem”.

“Os EUA informaram à Missão Russa que estamos iniciando o processo de expulsar 12 agentes de inteligência da Missão Russa que abusaram de seus privilégios de residência nos EUA ao se envolverem em atividades de espionagem adversas à nossa segurança nacional”, a porta-voz da a missão dos EUA na ONU, Olivia Dalton, anunciou em um comunicado na época.

O embaixador da Rússia nos Estados Unidos, Anatoli Antonov, denunciou a decisão no mês passado como um “movimento hostil” de Washington. Ele disse que a medida foi causa de “profunda decepção e rejeição absoluta” na Rússia.

Os Estados Unidos também expulsaram no mês passado o segundo diplomata russo em Washington, o ministro conselheiro Sergey Trepelkov. Essa decisão veio depois que Moscou expulsou o diplomata americano nº2 em Moscou, o vice-chefe da missão dos EUA, Bart Gorman, em meados de fevereiro.

Não ficou claro quantos ou quais diplomatas americanos seriam expulsos como parte da decisão do Kremlin na quarta-feira.

Um porta-voz do Departamento de Estado dos EUA confirmou a notícia de que a embaixada dos EUA em Moscou recebeu uma lista de diplomatas declarados “persona non grata” do Ministério das Relações Exteriores da Rússia em 23 de março

“Este é o último passo inútil e improdutivo da Rússia em nosso relacionamento bilateral … Agora, mais do que nunca, é fundamental que nossos países tenham o pessoal diplomático necessário para facilitar a comunicação entre nossos governos”, disse o porta-voz, segundo a Reuters.

O presidente russo, Vladimir Putin , lançou o que chamou de “operação militar especial” na Ucrânia em 24 de fevereiro, dizendo que pretende “desmilitarizar” e “desnazificar” o país. O Kremlin pediu à Ucrânia garantias de que não buscará a adesão à OTAN.

O presidente ucraniano Volodymyr Zelensky disse no dia 17 de março que suas prioridades para possíveis negociações de paz com a Rússia são “o fim da guerra, garantias de segurança, soberania, restauração da integridade territorial” e “garantias reais para nosso país, proteção real para nosso país”.

O Epoch Times entrou em contato com o Departamento de Estado dos EUA para comentários adicionais.

Entre para nosso canal do Telegram

Assista também:

 
 
 

Regime chinês matou adepto do Falun Gong para extrair seu fígado, afirma testemunha

Regime chinês matou adepto do Falun Gong para extrair seu fígado, afirma testemunha
Um ex-membro de uma gangue criminosa japonesa disse que testemunhou o comércio de órgãos na China, tendo visto ...
Leia Mais >
 

BOLSONARO: “TOMAREMOS AS AÇÕES QUE DEVEM SER TOMADAS”; COREIA DO SUL AMPLIA DEFESA

BOLSONARO: “TOMAREMOS AS AÇÕES QUE DEVEM SER TOMADAS”; COREIA DO SUL AMPLIA DEFESA
O presidente Jair Bolsonaro discursou a uma multidão em Santa Catarina no sábado. Ele falou em “luta do ...
Leia Mais >
 

GUERRA “NÃO-CONVENCIONAL” DA CHINA; COLÔMBIA: GIRO À ESQUERDA; BRICS: IMPASSE DO BRASIL

GUERRA “NÃO-CONVENCIONAL” DA CHINA; COLÔMBIA: GIRO À ESQUERDA; BRICS: IMPASSE DO BRASIL
Um impasse para o Brasil? Ocorreu a cúpula do BRICS. China e Rússia falam em uma expansão do ...
Leia Mais >
 

ABORTO DEIXA DE SER DIREITO CONSTITUCIONAL NOS EUA; VEXAME DE BIDEN

ABORTO DEIXA DE SER DIREITO CONSTITUCIONAL NOS EUA; VEXAME DE BIDEN
O aborto agora não é mais um direito protegido pela constituição nos EUA. Isso depois que a Suprema ...
Leia Mais >