Propagação global do vírus do PCC impedirá a recuperação da China

Por Chriss Street

Análise de notícias

A economia da China “caiu de um penhasco” durante o surto inicial do vírus do PCC, e agora enfrenta riscos de recuperação, já que seus clientes internacionais foram atingidos pela pandemia global, de acordo com o Inkstone News, uma plataforma de jornal on-line focada na China.

O assessor de política econômica da China, Zhang Yansheng, tentou tranquilizar os analistas de Wall Street em meados de fevereiro informando que o surto do vírus causaria apenas uma modesta redução no crescimento do PIB da China em 2020 para “cerca de 6%” , comparado a uma expansão de 6,1% em 2019. A China também alegou estar abrindo fábricas, aeroportos e portos para retomar as exportações na esperança de ganhar participação de mercado de clientes prejudicados pelo PCC (Partido Comunista Chinês).

O Epoch Times refere-se ao novo coronavírus, que causa a doença COVID-19, como o vírus do PCC porque o encobrimento e a má administração do Partido Comunista Chinês permitiram que o vírus se espalhasse por toda a China e causasse uma pandemia global.

Mas o Inkstone News informou que a economia da China nos primeiros dois meses de 2020 viu o investimento em ativos fixos cair 24,5%, no consumo de combustível em 20,5%, na produção industrial em 13,5%, e no consumo de energia caiu na taxa mais rápida em 5 anos.

A censura das informações pelo regime chinês e o atraso na resposta ao surto inicial do vírus do PCC criaram uma epidemia em toda a China e desencadearam a primeira pandemia maciça do mundo desde a gripe de 1918.

O Goldman Sachs respondeu à falta de abertura da China cortando as estimativas de crescimento do PIB do primeiro trimestre para 9% negativos. Tanto o Goldman Sachs quanto o Morgan Stanley alertam que a combinação de um choque do lado da oferta do fechamento da China, juntamente com um choque do lado da demanda do fechamento diante da pandemia global significa que a China estará à beira de sua primeira Contração econômica anual desde 1976.

A demanda global pelas exportações da China foi atingida primeiro pelo efeito negativo sobre o patrimônio associado à perda de US$ 27 trilhões no mercado de ações entre 20 de janeiro e 19 de março. Essas perdas ocorreram apesar do Federal Reserve dos Estados Unidos, do Banco da Inglaterra e do Banco Central Europeu introduzirem cerca de US$ 3 trilhões em liquidez de emergência nos bancos.

No entanto, a demanda do consumidor pelas exportações da China está prestes a sofrer um golpe ainda maior à medida que nações ao redor do mundo implementam distanciamento social e fechamento de negócios para conter a propagação do vírus do PCC.

Alguns especialistas prevêem que a perda de empregos nos EUA em abril ficarão entre 500.000 e 5 milhões. James Bullard, presidente da filial de St. Louis no Federal Reserve Bank dos EUA, prevê que o PIB do segundo trimestre possa cair 50%, o que faria com que a taxa de desemprego nos EUA aumentasse em 30%. Tais perdas seriam aproximadamente três vezes o máximo de 10,2% de desemprego na Grande Recessão de 2009 e mais do que a taxa de desemprego de 24,5% da Grande Depressão de 1933.

Veja também:

 
 
 

Governo dos EUA intensifica esforços para combater desinformação sobre vírus do PCC

Governo dos EUA intensifica esforços para combater desinformação sobre vírus do PCC
As agências federais estão intensificando seus esforços para combater uma campanha agressiva de desinformação do regime comunista chinês ...
Leia Mais >
 

Trump diz que tem dúvidas sobre os dados oficiais de vírus da China

Trump diz que tem dúvidas sobre os dados oficiais de vírus da China
O presidente Donald Trump expressou na quinta-feira suas dúvidas sobre o número de casos de COVID-19 sendo relatados ...
Leia Mais >
 

Hospitais de Nova Iorque estão oferecendo enormes quantidades de vitamina C aos pacientes com coronavírus

Hospitais de Nova Iorque estão oferecendo enormes quantidades de vitamina C aos pacientes com coronavírus
Pacientes com coronavírus muito doentes estão recebendo uma grande dose de vitamina C no estado de Nova Iorque, ...
Leia Mais >
 

Vestígios de vírus são encontrados em navio de cruzeiro 17 dias após desembarque de passageiros

Vestígios de vírus são encontrados em navio de cruzeiro 17 dias após desembarque de passageiros
Traços do vírus do PCC foram encontrados em um navio de cruzeiro no Japão mais de duas semanas ...
Leia Mais >