Professor chinês declara três maneiras pelas quais o Partido Comunista Chinês pode destruir o mundo

Por Frank Yue

Zhao Shengye se tornou um nome familiar na China e entre as comunidades chinesas no exterior da noite para o dia depois de sugerir, em uma recente postagem na mídia social, que Pequim deveria implantar armas nucleares para conter as ações recentes dos Estados Unidos.

Seu perfil verificado no Sina Weibo, uma plataforma semelhante ao Twitter, mostra que ele é professor do Instituto de Tecnologia de Shenyang e tem mais de três milhões de seguidores.

Nos últimos meses, o governo Trump reprimiu Pequim em várias frentes. Medidas aplicadas a empresas chinesas de tecnologia que representam ameaças à segurança e empresas envolvidas na militarização do Mar do Sul da China por Pequim.

Em 12 de setembro, Zhao postou: “Se [o presidente Donald] Trump está decidido a lutar contra a China … até mesmo intervir em uma guerra futura para libertar Taiwan, o resultado final das ações de Trump será a destruição de toda a humanidade.” A retórica de Zhao sobre Taiwan, uma ilha autônoma que Pequim reivindica como parte de seu território mas que possui todas as características de um estado-nação, coincide com a recente intrusão de aeronaves chinesas no espaço aéreo  da ilha. Os Estados Unidos condenaram consistentemente as ameaças de Pequim a Taiwan e são o principal fornecedor de armas da ilha.

A polêmica postagem de Zhao também incluiu uma tradução em inglês, sugerindo que se destinava a um público mais amplo.

Zhao delineou várias estratégias pelas quais o regime chinês poderia tentar a destruição nuclear:

1. Quando um submarino nuclear carregado com ogivas nucleares é detonado no Oceano Pacífico, as ondas de choque podem ultrapassar 2.000 metros. A água submergiria as áreas circundantes.

2. A detonação de milhares de bombas nucleares no Himalaia ao mesmo tempo pode mudar a órbita da Terra.

3. Perfurar 10.000 metros de profundidade na Bacia de Sichuan e plantar milhares de bombas nucleares ao mesmo tempo causaria o colapso do núcleo da Terra e a extinção de seres humanos.

A postagem surpreendente de Zhao provocou uma reação imediata dos internautas.

Kantie, um meio de comunicação online em língua chinesa, argumentou que Zhao representava a mentalidade autoritária do regime chinês de “se eu não posso sobreviver, ninguém mais pode sobreviver”.

Os analistas da China também descreveram Zhao como um nacionalista radical.

Suas ideias extremistas se tornaram um tópico muito debatido on-line. Mas cerca de dez horas depois, a postagem foi removida da plataforma.

Alguns internautas questionaram se as autoridades inicialmente permitiram a publicação porque queriam ameaçar uma guerra nuclear com os Estados Unidos.

Uma foto de arquivo mostra um submarino russo convencional da classe Kilo pertencente à Marinha do Exército de Libertação do Povo Chinês (PLA) no quartel-general naval da Frota do Mar da China do Norte na cidade portuária oriental de Qingdao. China, 2 de agosto de 2000 (Goh Chai) Hin / AFP / Getty Images)
Uma foto de arquivo mostra um submarino russo convencional da classe Kilo pertencente à Marinha do Exército de Libertação do Povo Chinês (PLA) no quartel-general naval da Frota do Mar da China do Norte na cidade portuária oriental de Qingdao. China, 2 de agosto de 2000 (Goh Chai) Hin / AFP / Getty Images)

Já em 1957, o então chefe do Partido Mao Zedong expressou abertamente que estava disposto a participar de um conflito nuclear. Ele mesmo admitiu: “Não tenho medo de uma guerra nuclear. Existem 2,7 bilhões de pessoas no mundo; não importa se alguns morrerem. A China tem uma população de 600 milhões. Mesmo que metade deles morra, ainda existem 300 milhões de pessoas restantes”.

Apoie nosso jornalismo independente doando um “café” para a equipe.

Veja também:

 
 
 

Epstein e Bill Clinton viajaram juntos, Maxwell confirma em novo comunicado divulgado

Epstein e Bill Clinton viajaram juntos, Maxwell confirma em novo comunicado divulgado
Ghislaine Maxwell, associada de longa data do falecido criminoso sexual Jeffrey Epstein, confirmou em uma declaração recentemente divulgada ...
Leia Mais >
 

Trump: conta em banco chinês?

Trump: conta em banco chinês?
Por NTD Notícias A eleição americana se aproximando destaca os negócios de cada candidato, particularmente com a China. ...
Leia Mais >
 

Sócio de Hunter Biden afirma que falou com Joe Biden sobre acordo com China

Sócio de Hunter Biden afirma que falou com Joe Biden sobre acordo com China
O ex-parceiro de negócios de Hunter Biden disse na quinta-feira que se encontrou com o ex-vice-presidente Joe Biden ...
Leia Mais >
 

FDA aprova primeiro tratamento COVID-19 com remdesivir

FDA aprova primeiro tratamento COVID-19 com remdesivir
A Food and Drug Administration dos EUA aprovou o remdesivir, medicamento antiviral da Gilead Sciences, na quinta-feira, para ...
Leia Mais >