Presença militar da OTAN e da Rússia no mar Mediterrâneo em níveis de ‘Guerra Fria’

Por Jack Phillips 

À medida que o conflito na Ucrânia entra em seu terceiro mês, a OTAN e a Rússia aumentaram suas forças navais no Mar Mediterrâneo aos níveis mais significativos em décadas.

Isso foi confirmado em uma entrevista com Thibault Lavernhe, oficial de comunicação regional das forças francesas no Mediterrâneo, que disse que “a Ucrânia mudou as coisas”.

“Os americanos estão de volta. Este não tem sido o caso desde a Guerra Fria”, disse ele. “A Rússia dobrou, se não triplicou, sua capacidade militar na área” em termos de destróieres, submarinos e fragatas, disse Lavernhe.

Atualmente, existem cerca de 20 navios de guerra russos posicionados no Mediterrâneo, disse Lavernhe à agência de notícias AFP. Enquanto isso, os Estados Unidos dobraram sua presença naval na região desde o início da guerra na Ucrânia, disse o oficial.

“Onde há forças americanas, também há russos”, disse Lavernhe. “Navios russos estão posicionados para monitorar a atividade das forças aliadas”.

A OTAN operou cerca de três grupos de ataque de porta-aviões na região antes da Rússia invadir a Ucrânia em 24 de fevereiro. Os Estados Unidos há várias semanas estenderam a implantação do porta-aviões USS Truman na porção leste do Mediterrâneo.

Um homem passa de moto por um tanque russo destruído em uma estrada no vilarejo de Rusaniv, perto de Kiev, na Ucrânia, em 16 de abril de 2022 (Genya Savilov/AFP/Getty Images)
Um homem passa de moto por um tanque russo destruído em uma estrada no vilarejo de Rusaniv, perto de Kiev, na Ucrânia, em 16 de abril de 2022 (Genya Savilov/AFP/Getty Images)

“O papel de Truman, com outros aliados, é para dissuadir os russos de novas agressões e estar em constante espera por ordens que possam ser dadas por nosso presidente ou por outros líderes ao redor do mundo para a proteção da Ucrânia e do povo da Ucrânia”, disse o secretário da Marinha dos EUA, Carlos Del Toro, a repórteres mês passado.

Isso ocorreu enquanto o secretário de Estado dos EUA, Antony Blinken, e o secretário de Defesa, Lloyd Austin, estavam visitando a capital da Ucrânia, Kiev, em 24 de abril para discutir o envio de armas mais poderosas para os militares da Ucrânia.

A viagem foi anunciada pelo presidente ucraniano Volodymyr Zelenskyy em 23 de abril, embora o Departamento de Estado e o Pentágono não tenham feito comentários públicos sobre o assunto.

Os Estados Unidos e seus aliados da OTAN demonstraram crescente prontidão para fornecer equipamentos mais pesados ​​e sistemas de armas mais avançados. O Reino Unido prometeu enviar veículos militares e disse que está considerando o fornecimento de tanques britânicos à Polônia para liberar os T-72 de Varsóvia para a Ucrânia.

As forças russas estão tentando invadir a siderúrgica Azovstal em Mariupol por terra, apoiadas por bombardeios aéreos e de artilharia, disse o assessor presidencial ucraniano Oleksiy Arestovych em 24 de abril.

“As tropas russas estão tentando acabar com os defensores de Azovstal e mais de 1.000 civis que estão escondidos na fábrica”, escreveu Arestovych no Facebook. No dia 23 de abril ele disse que as tropas do complexo siderúrgico estavam tentando contra-atacar.

A Reuters contribuiu para esta reportagem.

Entre para nosso canal do Telegram

Assista também:

 
 
 

Regime chinês matou adepto do Falun Gong para extrair seu fígado, afirma testemunha

Regime chinês matou adepto do Falun Gong para extrair seu fígado, afirma testemunha
Um ex-membro de uma gangue criminosa japonesa disse que testemunhou o comércio de órgãos na China, tendo visto ...
Leia Mais >
 

Trump: FBI invadiu sua casa na Flórida, propriedade está ‘sob cerco’

Trump: FBI invadiu sua casa na Flórida, propriedade está ‘sob cerco’
O ex-presidente Donald Trump disse que sua casa em Mar-a-Lago na Flórida está "sob cerco" e "ocupada por ...
Leia Mais >
 

DONALD TRUMP SOBRE TENSÕES ENTRE CHINA E RÚSSIA; SEN. DOS EUA SE OPÕE A NOVOS MEMBROS DA OTAN

DONALD TRUMP SOBRE TENSÕES ENTRE CHINA E RÚSSIA; SEN. DOS EUA SE OPÕE A NOVOS MEMBROS DA OTAN
O ex-presidente dos EUA Donald Trump discursou esse final de semana na CPAC do Texas. A sede americana ...
Leia Mais >
 

Biden se diz “preocupado” com manobras da China, mas não crê em passo além

Biden se diz “preocupado” com manobras da China, mas não crê em passo além
O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, afirmou nesta segunda-feira estar "preocupado" com o uso de armas pela ...
Leia Mais >