Planned Parenthood doa milhões a governador pró-aborto da Virgínia

Por Zachary Stieber

A Planned Parenthood, um dos maiores provedores de aborto nos Estados Unidos, doou milhões de dólares para o governador da Virgínia, que fez comentários controversos sobre o aborto em 30 de janeiro.

A filial da Planned Parenthood na Virgínia apoiou Ralph Northam, democrata, em agosto de 2017, oferecendo US$ 3 milhões e um forte apoio, enviando agentes para bater em 300.000 portas e enviar cartas para outras 400.000 casas.

Defensores da Planned Parenthood da Virgínia confirmaram a doação e apoio ao Washington Post. Enquanto o candidato republicano a governador Ed Gillespie manifestou oposição ao aborto, a menos que fosse no caso de estupro, incesto ou quando a vida de uma mãe estivesse em jogo, Northam expressou apoio ao aborto mesmo no segundo e terceiro trimestres, apesar da maioria dos americanos ser contra abortos tardios.

“Northam tem sido um aliado fundamental para grupos de aborto, tornando a questão uma prioridade máxima durante seu tempo em Richmond”, declarou abertamente o Post liberal.

No início de 2017, a Planned Parenthood e outros grupos liberais lançaram uma campanha publicitária de US$ 2 milhões que exibia anúncios negativos contra Gillespie, alegando que ele não tinha a postura correta sobre os chamados problemas femininos.

Gillespie respondeu a The Hill, dizendo: “Não é surpresa que a Planned Parenthood gaste milhões de dólares em nome de Ralph Northam, dadas suas posições extremas como apoiar abortos no oitavo ou nono mês ou apenas porque o feto é uma menina”.

Northam reconheceu o apoio e disse à Ballotpedia que estava orgulhoso de ter o apoio do grupo. “Ralph tem orgulho de ter uma classificação de 100% da Planned Parenthood”, disse seu escritório ao site. “Ralph continuará a ser uma barreira, impedindo os ataques aos direitos reprodutivos e o acesso aos cuidados de saúde”.

Ele também realizou vários eventos de campanha nos locais da Planned Parenthood no estado.

Às vésperas das eleições de 2018, a Planned Parenthood lembrou os defensores de que apoiou Northam, dizendo que ele e outros candidatos “tomaram medidas ousadas em apoio à Planned Parenthood”.

Northam causou um alvoroço na quarta-feira, 30 de janeiro, quando pareceu dizer durante uma entrevista de rádio que uma mulher poderia ter um bebê e decidir se deveria matá-lo ou não, uma visão radical que os críticos chamam de “infanticídio”.

“Se uma mãe está em trabalho de parto, posso dizer exatamente o que aconteceria. A criança seria entregue. O bebê seria mantido confortável. A criança seria ressuscitada se isso fosse o que a mãe e a família desejassem”, disse ele “E então haveria uma discussão entre os médicos e a mãe.”

Northam divulgou mais tarde uma declaração em resposta à reação, mas pareceu confirmar o que ele disse, embora restringindo a morte a bebês com “anormalidades fetais graves” ou aquelas que os médicos consideraram “inviáveis”.

Seus comentários vieram em apoio à Revogação, um projeto de lei apoiado por democratas que teria mudado a legalidade do aborto na Virgínia.

Atualmente, as mulheres podem fazer abortos até os momentos antes do nascimento, mas somente se três médicos comprovarem que a continuação da gravidez colocaria em risco a vida da mulher ou “substancialmente e irremediavelmente” prejudicaria a saúde da mulher.

O ato da revogação exigiria apenas que um médico certificasse que a gravidez “prejudicaria a saúde mental ou física das mulheres” e eliminaria as palavras “substancial e irremediavelmente” da linha que se refere à exigência de uma mulher fazer um aborto tão tarde.

Um subcomitê da Virgínia que considerou o projeto votou por 5-3 para apresentá-lo em 28 de janeiro. O escritório do líder da maioria Todd Gilbert, um republicano, disse ao grupo anti-aborto Live Action, na quarta-feira, que o projeto não sairá do subcomitê e não serão realizadas mais ações sobre ele.

Notícias da NTD

Siga Zachary no Twitter: @ zackstieber

 
 
 

Grupo bipartidário pede ‘revisão abrangente’ do financiamento dos EUA para pesquisa de vírus na China

Grupo bipartidário pede ‘revisão abrangente’ do financiamento dos EUA para pesquisa de vírus na China
Um grupo bipartidário de senadores está convocando o presidente Joe Biden para garantir que os Estados Unidos concluam ...
Leia Mais >
 

Autoridades chinesas destroem barragem

Autoridades chinesas destroem barragem
Por NTD Notícias Chineses, passaram dias e noites fortificando as margens de rios para evitar inundações, apenas para ...
Leia Mais >
 

Movimento fundado por Oswaldo Payá propõe medidas para isolar o regime comunista de Cuba

Movimento fundado por Oswaldo Payá propõe medidas para isolar o regime comunista de Cuba
O Movimento Cristão de Libertação (MCL) fundado pelo falecido Oswaldo Payá na terça-feira propôs medidas para isolar o ...
Leia Mais >
 

Embaixadas chinesas publicaram notas criticando os Jogos Olímpicos no Japão, mas por um motivo incomum que gerou furor entre internautas.

Embaixadas chinesas publicaram notas criticando os Jogos Olímpicos no Japão, mas por um motivo incomum que gerou furor entre internautas.
Por NTD Notícias Evidências apontam que a catástrofe das enchentes na China vem das autoridades do Partido Comunista. ...
Leia Mais >