Pequim usa lei de segurança nacional para ‘reduzir drasticamente’ as liberdades de Hong Kong, revela relatório do Reino Unido

Por Alexander Zhang

O regime chinês tem usado a Lei de Segurança Nacional para “restringir drasticamente” a liberdade de expressão, disse o governo do Reino Unido em seu último relatório semestral sobre a situação na ex-colônia britânica.

Em um prefácio do relatório , o Secretário de Relações Exteriores Dominic Raab disse: “A China violou suas obrigações legais ao minar o alto grau de autonomia, direitos e liberdades de Hong Kong , que são garantidos pela Declaração Conjunta”.

O secretário de Relações Exteriores da Grã-Bretanha, Dominic Raab, gesticula durante entrevista à Reuters paralelamente à cúpula do G7 em Carbis Bay, Cornwall, Grã-Bretanha, em 11 de junho de 2021 (Toby Melville / Reuters)

Em março, o governo do Reino Unido declarou que o regime chinês estava “em um estado de incumprimento contínuo ” da Declaração Conjunta Sino-Britânica, assinada pelo então primeiro-ministro chinês Zhao Ziyang e pela primeira-ministra britânica Margaret Thatcher, que garantia amplas liberdades para Hong Kong por pelo menos 50 anos.

De particular preocupação tem sido a draconiana Lei de Segurança Nacional imposta pelo regime chinês em Hong Kong em junho de 2020, que criminaliza indivíduos por quaisquer atos de subversão, secessão e conluio com forças estrangeiras contra o Partido Comunista Chinês, com pena máxima de prisão.

Raab disse no prefácio: “A Lei de Segurança Nacional não está sendo usada para seu propósito original, conforme declarado por Pequim, para visar apenas ‘um pequeno número de criminosos que colocam seriamente em risco a segurança nacional’.

“Estamos vendo agora os efeitos de uma lei com disposições vagamente definidas, respaldadas pela ameaça de sentenças de prisão potencialmente longas e transferência de casos para a China continental para julgamento e condenação”.

Raab disse que a situação tem sido “profundamente preocupante”, mas o Reino Unido “se levantou por seus valores e pelo povo de Hong Kong”.

Em janeiro, a Grã-Bretanha lançou um novo esquema de visto para titulares do status de British National (Overseas), que lhes permite viver, estudar e trabalhar no Reino Unido por cinco anos e, eventualmente, solicitar a cidadania.

Houve 34.000 inscrições de residentes de Hong Kong para morar na Grã-Bretanha nos primeiros três meses do ano, de acordo com o Observatório de Migração da Universidade de Oxford.

Em uma coletiva de imprensa de rotina em Pequim, o porta-voz do Ministério das Relações Exteriores da China, Wang Wenbin, condenou o relatório britânico, que ele disse ser “cheio de preconceitos ideológicos”.

Ele disse que a Lei de Segurança Nacional ajudou Hong Kong a “recuperar a estabilidade e voltar ao caminho certo”.

Wang exortou o Reino Unido a “deixar de lado seu antigo sonho colonial” e “parar de se intrometer nos assuntos internos da China, incluindo os de Hong Kong”.

Entre para nosso canal do Telegram.

Veja também:

 

 
 
 

Da saúde a Hollywood: como o regime chinês tenta controlar a América

Da saúde a Hollywood: como o regime chinês tenta controlar a América
Hoje, as "plataformas de entretenimento" dos EUA estão tão "desesperadas pelo mercado chinês" que agora estão dispostas a ...
Leia Mais >
 

Embaixadas chinesas publicaram notas criticando os Jogos Olímpicos no Japão, mas por um motivo incomum que gerou furor entre internautas.

Embaixadas chinesas publicaram notas criticando os Jogos Olímpicos no Japão, mas por um motivo incomum que gerou furor entre internautas.
Por NTD Notícias Evidências apontam que a catástrofe das enchentes na China vem das autoridades do Partido Comunista. ...
Leia Mais >
 

Epoch Times lança iniciativa ‘Defendendo America’ com painel sobre a constituição

Epoch Times lança iniciativa ‘Defendendo America’ com painel sobre a constituição
O Epoch Times realizou um painel de discussão em 19 de julho entre os principais especialistas na Constituição ...
Leia Mais >
 

Enchentes mortíferas na China

Enchentes mortíferas na China
Por NTD Notícias O senador Marco Rubio na terça-feira disse em tuite que o fechamento do instituto Confúcio ...
Leia Mais >