Patrulha da Fronteira dos EUA apreende 1.683 cartões de vacinação COVID falsos vindos da China

Por Frank Fang

Funcionários da Alfândega e Proteção de Fronteiras dos EUA ( CBP ) em Cincinnati apreenderam um total de 1.683 cartões de vacinação COVID-19 falsos de origem chinesa.

A autoridade de fronteira dos Estados Unidos fez o anúncio em um comunicado à imprensa publicado em 16 de setembro, dizendo que os cartões falsos estavam com erros ortográficos e de qualidade de impressão “inferior”, embora exibissem um “logotipo” do Centro de Controle e o Programa de Prevenção de Doenças dos Estados Unidos ( CDC ).

Os cartões falsos, que chegaram ao porto de Cincinnati vindos da China em cinco remessas separadas desde 16 de agosto, foram destinados a entidades não médicas em residências privadas e apartamentos em cinco estados: Illinois, Maryland, Missouri, Nova York e Texas.

As remessas também continham 2.034 rótulos de vacinação Pfizer falsos. A gigante farmacêutica norte-americana Pfizer e a alemã BioNTech desenvolveram em conjunto uma vacina COVID-19 que agora se chama Comirnaty .

“Criar ou comprar um cartão de vacinação COVID-19 falso é ilegal, sem mencionar o quão perigoso é”, disse o diretor do porto de Cincinnati, Richard Gillespie, de acordo com o comunicado.

“A compra de cartões falsos ajuda os criminosos cuja única preocupação é sua conta bancária, não a segurança dos Estados Unidos ou a saúde de nossos cidadãos”, acrescentou Gillespie.

Muitas áreas promulgaram uma série de obrigações de vacinação, levando as pessoas que não querem ser vacinadas a falsificar seu status de vacinação. Três policiais estaduais de Vermont renunciaram após uma investigação que mostrou que eles criaram cartões de vacinação falsos. Uma mulher de Illinois foi presa no início de setembro por supostamente tentar usar um cartão de vacinação falsificado para entrar no Havaí.

De acordo com o CDC, mais de 180 milhões de pessoas nos Estados Unidos foram totalmente vacinadas contra COVID-19 em 16 de setembro. COVID-19 é uma doença causada pelo vírus do PCC (Partido Comunista Chinês) , comumente conhecido como novo coronavírus.

A apreensão em Cincinnati não é um caso isolado. Desde agosto, os funcionários do CBP fizeram apreensões semelhantes de cartões de vacinação falsos da China em Memphis , Anchorage , Chicago e Pittsburgh.

As apreensões em Memphis e Anchorage revelaram mais de 6.000 cartões de vacinação falsos.

Em Chicago, em 31 de agosto, os funcionários do CBP apreenderam um pacote destinado a um endereço residencial em Ohio, contendo 19 cartões de vacinação COVID-19 falsos.

Em Pittsburgh, um carregamento contendo 70 cartões de vacinação falsos foi apreendido em 24 de agosto, enquanto outros 50 cartões falsos foram apreendidos em 7 de setembro, de acordo com a CBP os dois carregamentos foram encaminhados para o condado de Beaver, na Pensilvânia.

“O coronavírus e suas variantes continuam a representar uma séria ameaça à saúde e segurança dos cidadãos americanos, assim como os vendedores inescrupulosos que vendem cartões de vacinação COVID falsificados”, disse William Fitting, diretor do porto da CBP em Pittsburgh, de acordo com um comunicado da CBP divulgado em 15 de setembro.

 
 
 

Diplomatas dos EUA na Colômbia sofrem da ‘síndrome de Havana’, segundo o WSJ

Diplomatas dos EUA na Colômbia sofrem da ‘síndrome de Havana’, segundo o WSJ
A embaixada dos Estados Unidos na Colômbia está investigando vários casos da chamada " síndrome de Havana " ...
Leia Mais >
 

Taiwan: não nos curvaremos à China

Taiwan: não nos curvaremos à China
Mais de uma dúzia de pessoas estão mortas na China. Severas enchentes no país causaram o transbordamento de ...
Leia Mais >
 

Huawei: entenda preocupações acerca da empresa

Huawei: entenda preocupações acerca da empresa
Durante a 1ª Guerra Mundial, a Grã-Bretanha fez do seu conhecimento de uma tecnologia chave uma arma formidável ...
Leia Mais >
 

Quem realmente foi Che Guevara?

Quem realmente foi Che Guevara?
Um ex-chefe da inteligência venezuelana foi preso na Espanha. À ocasião, uma jornalista espanhola acusou laços de partidos ...
Leia Mais >