Parler pode ser obrigado a encerrar operações

Por Leonardo Trielli, Senso Incomum

Após Google e Apple banirem o aplicativo de suas lojas oficiais e a Amazon cancelar a hospedagem do site nos seus serviços, o fundador e CEO do Parler, John Matze, disse que sua empresa foi praticamente abandonada por todos os seus parceiros de negócios.

“Todos os fornecedores, de serviços de mensagens de texto, provedor de e-mail e até o time de advogados nos dispensaram no mesmo dia”, disse Matze, em entrevista à comentarista Maria Bartiromo, na Fox News, admitindo que as proibições e a fuga de fornecedores podem tirar a empresa do mercado.

“Vamos tentar o nosso melhor para voltar a ficar online o mais rápido possível. Mas estamos tendo muitos problemas porque todos os fornecedores com quem falamos dizem que não trabalharão conosco. Porque se a Apple não aprovar e o Google não aprovar, eles não irão [trabalhar com o Parler].”

Apoie nosso jornalismo independente doando um “café” para a equipe.

Veja também:

 
 
 

Twitter, Facebook perdem $ 51 bilhões de valor de mercado combinado desde banimento de Trump

Twitter, Facebook perdem $ 51 bilhões de valor de mercado combinado desde banimento de Trump
Os gigantes da mídia social Facebook e Twitter viram, coletivamente, US $ 51,2 bilhões em valor de mercado ...
Leia Mais >
 

Como o Espectro do Comunismo está Governando Nosso Mundo: Infiltrando o Ocidente parte 2

Como o Espectro do Comunismo está Governando Nosso Mundo: Infiltrando o Ocidente parte 2
Por NTD Notícias Na quinta-feira, dia 24 de outubro de 1929, a bolsa de valores de Nova Iorque ...
Leia Mais >
 

Vazado: CEO do Twitter

Vazado: CEO do Twitter
Por NTD Notícias O CEO do Twitter é flagrado falando sobre censura em um vídeo vazado por um ...
Leia Mais >
 

Preso por não matar

Preso por não matar
Por NTD Notícias Outro produto alimentício adulterado chama a atenção do público na China. Compradores descobriram que a ...
Leia Mais >