OMS descreve estratégia para acabar com a emergência global da COVID-19 em 2022

Por Isabel Van Brugen 

A Organização Mundial da Saúde divulgou na quarta-feira um plano atualizado para que, se implementado de maneira “rápida e consistente” este ano, permitirá ao mundo encerrar a fase de emergência da pandemia.

O plano – o terceiro da OMS para a COVID – inclui três cenários potenciais de como o vírus pode evoluir nos próximos 12 meses: um caso base, um melhor caso e um pior caso. Os principais objetivos incluem reduzir as infecções pela COVID-19 e diagnosticar e tratar efetivamente os casos da COVID-19 para reduzir as mortes.

O diretor-geral da OMS, Tedros Adhanom Ghebreyesus, disse no prefácio do plano que o mundo agora está em “um momento crucial e perigoso na luta contra a COVID-19”.

“Embora seja impossível prever com precisão como o vírus SARS-CoV-2 evoluirá, sabemos que novas variantes surgirão à medida que a transmissão continuar e, em muitos casos, se intensificar”, escreveu ele. “E, no entanto, podemos olhar para o futuro com esperança de que podemos acabar com a pandemia da COVID-19 como uma emergência global por meio de nossas ações”.

O mundo agora tem “as ferramentas para planejar e responder a todas as eventualidades”, disse ele.

O diretor-geral disse durante uma coletiva de imprensa que, com base nas pesquisas atuais, o cenário mais provável é que o vírus SARS-CoV-2 continue a evoluir, mas a gravidade da doença COVID-19 reduz ao longo do tempo à medida que a imunidade aumenta devido à vacinação e infecção.

No cenário de planejamento de caso base da OMS, que serve como modelo de trabalho da OMS, o vírus continua a evoluir, mas causa surtos menos graves devido à imunidade sustentada e suficiente contra doenças graves e morte. Provavelmente haverá picos periódicos na transmissão à medida que a imunidade diminui. Injeções de reforço podem ser necessárias periodicamente para aqueles em maior risco. O vírus provavelmente cairia em um padrão sazonal, com picos nos meses mais frios – semelhante à gripe.

O melhor cenário da OMS prevê futuras variantes como sendo “significativamente menos graves”, enquanto a proteção contra doenças graves seria mantida sem a necessidade de reforço periódico ou mudanças significativas nas vacinas atuais.

O pior cenário é o surgimento de uma variante mais virulenta e altamente transmissível contra a qual as vacinas são menos eficazes e/ou a imunidade contra doenças graves e morte diminui rapidamente, particularmente nos grupos mais vulneráveis. Isso exigiria mudanças significativas nas vacinas atuais e redistribuição total e/ou reforço mais amplo para aqueles em maior risco.

Para ajudar a encerrar a fase de emergência da pandemia, a OMS pediu aos países que continuem ou aumentem suas capacidades de vigilância de vírus para permitir sinais de alerta precoce de mudanças significativas no vírus. Também pediu uma detecção aprimorada da COVID longa, para rastrear e reduzir a incapacidade de longo prazo após o término da pandemia.

Os países também devem continuar a fazer testes de diagnóstico para o novo coronavírus, o que ajuda a identificar as principais cepas que causam infecções e orientar a tomada de decisões em nível comunitário. Os países também devem rastrear a evolução do vírus nas populações animais, de acordo com a OMS.

“Temos sistemas globais para entender melhor o vírus à medida que ele muda, e temos as vacinas, ferramentas de diagnóstico, tratamentos e outras medidas sociais e de saúde pública para encerrar a fase aguda da pandemia da COVID-19”, disse o diretor-geral.

“Foco, vigilância e compromisso agora encerrarão a emergência da pandemia e estabelecerão as bases para uma resposta mais eficaz às futuras ameaças que, sem dúvida, surgirão. Mas a pandemia está longe de terminar”, acrescentou.

A Reuters contribuiu para esta reportagem.

Entre para nosso canal do Telegram

Assista também:

 
 
 

Ex-ministro Milton Ribeiro preso em operação da PF

Ex-ministro Milton Ribeiro preso em operação da PF
O ex-ministro da Educação, Milton Ribeiro, foi preso preventivamente na manhã desta quarta-feira, dia 22, pela operação “Acesso ...
Leia Mais >
 

Regime chinês matou adepto do Falun Gong para extrair seu fígado, afirma testemunha

Regime chinês matou adepto do Falun Gong para extrair seu fígado, afirma testemunha
Por Eva Fu Um ex-membro de uma gangue criminosa japonesa disse que testemunhou o comércio de órgãos na ...
Leia Mais >
 

GUERRA “NÃO-CONVENCIONAL” DA CHINA; COLÔMBIA: GIRO À ESQUERDA; BRICS: IMPASSE DO BRASIL

GUERRA “NÃO-CONVENCIONAL” DA CHINA; COLÔMBIA: GIRO À ESQUERDA; BRICS: IMPASSE DO BRASIL
Um impasse para o Brasil? Ocorreu a cúpula do BRICS. China e Rússia falam em uma expansão do ...
Leia Mais >
 

ABORTO DEIXA DE SER DIREITO CONSTITUCIONAL NOS EUA; VEXAME DE BIDEN

ABORTO DEIXA DE SER DIREITO CONSTITUCIONAL NOS EUA; VEXAME DE BIDEN
O aborto agora não é mais um direito protegido pela constituição nos EUA. Isso depois que a Suprema ...
Leia Mais >