NASA confirma que Saturno está perdendo seus icônicos anéis muito mais rápido do que o esperado

Por Louise Bevan

Embora muito poucos de nós tenham a sorte de viver pelos próximos 100 milhões de anos, este é o tempo em que os anéis de Saturno existirão antes que desapareçam para sempre.

Isso soa muito tempo? Bem, compare com a estimativa anterior de 300 milhões de anos e não demora muito para ver que há um problema. Saturno está perdendo seus anéis!

Saturno está perdendo seus anéis icônicos em uma taxa muito mais rápida do que o esperado (© Captura de tela do YouTube | NASA Goddard)

Os anéis de Saturno decoram as paredes coloridas das salas de aula do jardim de infância em todo o mundo. Eles são estranhos, ousados, brilhantes e instantaneamente reconhecíveis. Especialistas da NASA registraram que os anéis orbitam a inacreditáveis 280.000 quilômetros de distância da superfície do planeta.

Mas enquanto falamos, 10.000 quilos de detritos dos anéis de Saturno estão chovendo na superfície do planeta a cada segundo. Então, por que a tempestade de granizo?

Essa “chuva” é na verdade composta de matéria que se desintegrou e se desprendeu da órbita dos anéis de Saturno. E não é “chuva” de fato, são principalmente pedaços de gelo e rocha que foram danificados pela radiação UV e que a explosão transformou em nuvens de meteoroides.

A “chuva” varia em tamanho, desde poeira microscópica até grandes rochas (© Captura de tela do YouTube | NASA Goddard)

Os pedaços gelados que orbitam Saturno estão sendo vaporizados, e as moléculas de água carregadas resultantes interagem com o campo magnético de Saturno, caindo em direção à superfície do planeta. Isso explica a “chuva” que os cientistas estão testemunhando.

A nave Voyager da NASA notou pela primeira vez a “chuva de anéis” de Saturno nos anos 80 não é um fenômeno novo. A desintegração dos anéis foi uma descoberta importante, mas o processo recebeu uma linha cronológica conservadora de 300 milhões de anos.

Explorando os anéis de Saturno (© NASA / JPL-Caltech)

No entanto, os suspiros audíveis de alívio desapareceram há muito tempo, já sabemos que o prognóstico piorou desde então. A NASA lançou sua aeronave Cassini em 2017 e, depois de avaliar a chuva de anéis no equador de Saturno, as descobertas foram desanimadoras. A chuva era mais pesada que o esperado.

Podemos certamente colocar nosso desapontamento cósmico no contexto: Saturno se formou há aproximadamente 4,5 bilhões de anos, mas estudos sugerem que os anéis são um acréscimo muito mais recente. Eles têm apenas cerca de 100 milhões a 200 milhões de anos. “Se os dinossauros tivessem uma visão de pássaro, eles definitivamente seriam capazes de vê-lo”, disse Matija Cuk, do Instituto SETI, falando à National Geographic. “Não está claro que eles se importariam, no entanto”, ela acrescentou ironicamente.

Anéis de Saturno formados há menos de 100 milhões de anos (© Captura de tela do YouTube | NASA Goddard)

Se os anéis de Saturno realmente desaparecem tão rapidamente quanto chegaram (no grande esquema das coisas), então devemos agradecer às nossas estrelas da sorte que estivemos aqui para testemunhar sua majestade.

Correndo o risco de soar como um defensor da interdependência, talvez tudo esteja realmente conectado?

O planeta é conhecido por ter aproximadamente 4,5 bilhões de anos (© Captura de tela do YouTube | NASA Goddard)

“É interessante perceber o quão dinâmico é o nosso sistema solar”, comentou Jeff Cuzzi, da NASA, em um belo eufemismo. Os anéis de Saturno certamente esclareceram os exploradores espaciais sobre a complexa composição do nosso sistema solar nas últimas décadas. Devemos celebrar os gloriosos anéis de Saturno enquanto eles ainda existem.

Afinal, se os dinossauros não se importavam, o mínimo que podemos fazer é olhar para cima e ficarmos maravilhados.

Você já olhou para o céu noturno e viu os anéis de Saturno? Compartilhe, discuta e pegue um telescópio – aproveite esta gloriosa característica planetária!

 
 
 

Trump critica censura de criadores de conteúdo conservadores no Social Media Summit

Trump critica censura de criadores de conteúdo conservadores no Social Media Summit
O presidente Donald Trump reuniu-se com um grupo de criadores de conteúdo conservadores na Casa Branca para discutir ...
Leia Mais >
 

XXV Foro de São Paulo começa dia 25 de julho, na Venezuela; veja o que deverá ser debatido no evento

XXV Foro de São Paulo começa dia 25 de julho, na Venezuela; veja o que deverá ser debatido no evento
Apoiada pelo regime cubano, a Venezuela vai sediar o XXV Encontro do Foro de São Paulo entre 25 ...
Leia Mais >
 

México receberá 6 mil médicos cubanos, apesar dos cortes de AMLO no setor de saúde

México receberá 6 mil médicos cubanos, apesar dos cortes de AMLO no setor de saúde
O México assinou um acordo de cooperação com o regime cubano para levar médicos cubanos ao país como ...
Leia Mais >
 

MPF entra com Ação para impedir que Facebook censure usuários sem motivo

MPF entra com Ação para impedir que Facebook censure usuários sem motivo
Nesta quinta-feira (11), o Ministério Público Federal de Goiás entrou com Ação Civil Pública (ACP) com pedido de ...
Leia Mais >