Militares espanhóis encontram corpos e idosos ‘completamente abandonados’ em casas de repouso

Por Jack Phillips

Soldados espanhóis encontraram residentes mais velhos em casas de repouso “completamente abandonados” ou “mortos em suas camas”, disse a ministra da Defesa Margarita Robles em uma entrevista televisionada esta semana.

Suas observações foram feitas quando a Espanha informou que 500 pessoas morreram do vírus PCC em 24 horas, tornando o país o mais afetado na Europa fora da Itália.

O Epoch Times refere-se ao novo coronavírus, que causa a doença COVID-19, como o vírus do PCC porque o encobrimento e a má administração do Partido Comunista Chinês permitiram que o vírus se espalhasse por toda a China e criasse uma pandemia global.

Os militares encontraram os residentes nos lares enquanto prestavam serviços de saúde e desinfetavam instalações de atendimento em todo o país, disse Robles a agências de notícias locais, de acordo com a NPR. Ela não forneceu um número exato.

Uma clínica particular em Madri registrou 20 mortes e cerca de 75 infecções na semana passada. E em outros centros de atendimento, de acordo com Robles, a equipe deixou o local depois que os casos do vírus do PCC foram confirmados e os moradores foram instruídos a se cuidar.

“Seremos completamente implacáveis ​​e vigorosos com o tipo de tratamento que os idosos recebem nesses centros”, disse Robles, explicando que as autoridades espanholas tomarão medidas contra os prestadores de cuidados que evitam suas responsabilidades durante a pandemia. “Eu sei que a grande maioria [dos centros] está cumprindo suas obrigações”.

O crescente número de mortos na Espanha – 2.696 até agora – sobrecarregou hospitais e casas funerárias em Madri. As autoridades foram forçadas a montar um hospital improvisado perto do Palácio de Hielo, uma grande pista de gelo.

Epoch Times Photo
A ministra da Defesa Margarita Robles (R) é vista dando uma conferência de imprensa em Madri, Espanha, em 23 de março de 2020 (Carlos Alvarez / Getty Images)

“Esta é uma medida temporária e extraordinária que visa principalmente mitigar a dor das famílias das vítimas e a situação nos hospitais de Madri”, disse uma autoridade do governo regional na segunda-feira, segundo o The Guardian.

Os promotores da Catalunha, até agora, abriram uma investigação sobre dois centros de atendimento, disseram autoridades locais. Pelo menos 13 residentes morreram em uma casa em Capellades e mais nove morreram em um em Olesa de Montserrat.

As autoridades espanholas disseram que cerca de 14% de todas as infecções no país estão entre os profissionais de saúde, que o chefe de emergência em saúde Fernando Simon atribuiu à disponibilidade limitada de equipamentos de proteção e a vários aglomerados iniciais do vírus que ocorrem em hospitais.

Ele também alertou que a pressão sobre as unidades de terapia intensiva continuaria após o pico da transmissão do vírus entre a população em geral.

Ecoando suas preocupações, o SATSE do sindicato de enfermagem pediu kits de testes e medidas drásticas para ajudar a sustentar os hospitais de Madri, que dizem estar “à beira do colapso”.

A Reuters contribuiu para esta reportagem.

 
 
 

Governo dos EUA intensifica esforços para combater desinformação sobre vírus do PCC

Governo dos EUA intensifica esforços para combater desinformação sobre vírus do PCC
As agências federais estão intensificando seus esforços para combater uma campanha agressiva de desinformação do regime comunista chinês ...
Leia Mais >
 

Trump diz que tem dúvidas sobre os dados oficiais de vírus da China

Trump diz que tem dúvidas sobre os dados oficiais de vírus da China
O presidente Donald Trump expressou na quinta-feira suas dúvidas sobre o número de casos de COVID-19 sendo relatados ...
Leia Mais >
 

Hospitais de Nova Iorque estão oferecendo enormes quantidades de vitamina C aos pacientes com coronavírus

Hospitais de Nova Iorque estão oferecendo enormes quantidades de vitamina C aos pacientes com coronavírus
Pacientes com coronavírus muito doentes estão recebendo uma grande dose de vitamina C no estado de Nova Iorque, ...
Leia Mais >
 

Vestígios de vírus são encontrados em navio de cruzeiro 17 dias após desembarque de passageiros

Vestígios de vírus são encontrados em navio de cruzeiro 17 dias após desembarque de passageiros
Traços do vírus do PCC foram encontrados em um navio de cruzeiro no Japão mais de duas semanas ...
Leia Mais >