Miami utiliza rendimentos de criptomoedas para aliviar aumentos de preços para locatários

Por Agência EFE 

Parte dos lucros obtidos pelo prefeito de Miami com a criptomoeda Miami Coin será usada para ajudar os moradores da cidade a lidar com o aumento dos preços dos aluguéis de imóveis, que estão em níveis recordes.

Dos 20 milhões de dólares que a prefeitura recebeu em quatro meses para as operações com Miami Coin, cinco milhões serão destinados a um fundo para ajudar moradores com problemas para pagar aluguel, anunciou o prefeito Francis Suárez., em comunicado aos meios de comunicação.

Em 2021, Miami fez parceria com a CityCoin, uma organização que facilita o lançamento de ativos digitais para apoiar os municípios, e o exemplo também foi seguido por Nova Iorque.

As moedas digitais CityCoin geram lucros através do processo conhecido como “staking”, que consiste em mantê-las bloqueadas em uma carteira eletrônica para receber lucros ou recompensas.

Esse processo contribui tanto para a operacionalidade quanto para o funcionamento da blockchain dessa mesma criptomoeda.

No caso da CityCoin, 30% das recompensas vão para o tesouro municipal e 70% são distribuídos entre aqueles que extraem a moeda, os chamados mineradores.

Pessoas que moram na cidade há pelo menos três anos e são afetadas por um aumento de 20% ou mais podem se beneficiar do fundo de cinco milhões de dólares retirado da carteira do município para ajudar a combater o aumento do aluguel.

O benefício é limitado a apenas uma pessoa por domicílio e aos domicílios com renda inferior a um limite estabelecido pela prefeitura.

Suárez afirma que a princípio pensou que a receita que receberiam da Miami Coin seria de cerca de 3 ou 4 milhões de dólares por ano, mas nos primeiros quatro meses somaram 20 milhões.

“Em Miami, 30% dos moradores são proprietários e 70% locatários. O maior número de moradores que moram de aluguel está concentrado no centro, então imagino que muitos deles poderão se beneficiar desse programa”, afirmou o prefeito.

Ken Russell, comissário do Distrito 2, afirmou que Miami é a cidade com o pior acesso à moradia em todo o país.

“Não queremos ser vítimas do nosso sucesso, aumentando os preços, enquanto expulsamos os moradores da nossa cidade. Como usar o sucesso em benefício dos mais vulneráveis? Isso é exatamente o que estamos fazendo hoje e estou muito orgulhoso deste anúncio”, declarou ele.

Dentro dos Estados Unidos, Miami é uma das cidades mais amigáveis ​​com criptomoedas e no início de junho sediou a primeira Conferência Bitcoin, que contou com o apoio de Suárez e da qual participaram milhares de pessoas.

Em Miami já é possível adquirir imóveis ou até mesmo solicitar uma hipoteca em criptomoedas.

Entre para nosso canal do Telegram

Assista também:

 
 
 

Regime chinês matou adepto do Falun Gong para extrair seu fígado, afirma testemunha

Regime chinês matou adepto do Falun Gong para extrair seu fígado, afirma testemunha
Um ex-membro de uma gangue criminosa japonesa disse que testemunhou o comércio de órgãos na China, tendo visto ...
Leia Mais >
 

BOLSONARO: “TOMAREMOS AS AÇÕES QUE DEVEM SER TOMADAS”; COREIA DO SUL AMPLIA DEFESA

BOLSONARO: “TOMAREMOS AS AÇÕES QUE DEVEM SER TOMADAS”; COREIA DO SUL AMPLIA DEFESA
O presidente Jair Bolsonaro discursou a uma multidão em Santa Catarina no sábado. Ele falou em “luta do ...
Leia Mais >
 

GUERRA “NÃO-CONVENCIONAL” DA CHINA; COLÔMBIA: GIRO À ESQUERDA; BRICS: IMPASSE DO BRASIL

GUERRA “NÃO-CONVENCIONAL” DA CHINA; COLÔMBIA: GIRO À ESQUERDA; BRICS: IMPASSE DO BRASIL
Um impasse para o Brasil? Ocorreu a cúpula do BRICS. China e Rússia falam em uma expansão do ...
Leia Mais >
 

ABORTO DEIXA DE SER DIREITO CONSTITUCIONAL NOS EUA; VEXAME DE BIDEN

ABORTO DEIXA DE SER DIREITO CONSTITUCIONAL NOS EUA; VEXAME DE BIDEN
O aborto agora não é mais um direito protegido pela constituição nos EUA. Isso depois que a Suprema ...
Leia Mais >