Marco Rubio: Venezuela ficará sem combustível em 4 ou 5 dias (Vídeo)

Por Miguel Moreno, Epoch Times

O senador da Flórida, Marco Rubio, previu o devastador estado em que a Venezuela entrará em alguns dias durante a reunião do subcomitê de Relações Exteriores, descrevendo-o como “um período de sofrimento que nenhuma nação em nosso hemisfério já enfrentou na história moderna”, de acordo com o Washington Examiner.

Rubio disse que, enquanto os líderes venezuelanos estão com excesso de peso, o povo venezuelano perde uma média de 11 quilos por ano, segundo o Washington Examiner. O ditador comunista venezuelano Nicolás Maduro está alimentando a crise humanitária, deixando o país à beira de uma carência total de trigo, fubá e óleo de cozinha, enquanto bloqueia a entrada de ajuda dos Estados Unidos e de outros países, disse Rubio.

“Garanto-lhes que nenhum dos comparsas do regime de Maduro passará fome, mas milhões de venezuelanos continuarão passando fome e esta [será] exacerbada de uma forma nunca vista”, disse Rubio.

O regime de Maduro bloqueou a entrega de alimentos e medicamentos em 24 de fevereiro, em confronto com os manifestantes e causando duas mortes e 300 feridos, informou o Washington Examiner. A escassez de alimentos causou uma migração maciça de venezuelanos para outros países. Isso levou a uma crise de refugiados nos vizinhos Brasil e Colômbia, que agora se aliaram aos Estados Unidos para apoiar o governo interino de Juan Guaidó em sua tentativa de expulsar Maduro do poder.

Falsas declarações sobre as sanções e a ajuda dos Estados Unidos

A Rússia, aliada do regime de Maduro, acusou os Estados Unidos de usar a ajuda humanitária como disfarce para realizar um golpe, informou o Washington Examiner, mas o governo Trump negou abertamente.

“Certamente não é desejável e não é o caminho que esta administração está tomando”, disse o Representante Especial dos Estados Unidos para a Venezuela, Elliot Abrams, segundo o Washington Examiner. Autoridades regionais também disseram que seus parceiros também não planejam realizar uma derrubada violenta do regime. Maduro aceitou a ajuda da Rússia, enquanto distribui seus produtos apenas para aqueles que são leais ao regime.

“Se você for a um ato de Maduro, eles lhe darão comida”, disse Rubio, de acordo com o Washington Examiner. “Se votar em Maduro e eles sabem quem vota nele ou não, eles conseguem comida”. Se não votar ou então não votar nele, não ganhará comida. Eles usam isso como uma arma. É por isso que ele se opõe à ajuda humanitária”.

Diplomatas russos culparam as sanções impostas por Barack Obama e pelo presidente Trump pelo colapso da economia petrolífera da Venezuela, segundo o Washington Examiner. No entanto, Rubio contestou a acusação, dizendo que apenas os membros individuais do regime foram alvo das sanções.

Roderick Navarro, da @Rumbo_Libertad, explica o crescente movimento conservador na #Venezuela e como a nova geração tem fome de liberdade depois de se desiludir com o #socialismo.

“Isso vem acontecendo há anos porque eles roubaram o dinheiro: eles roubam todo o dinheiro”, disse Rubio, segundo o Washington Examiner. “Até o momento, a Venezuela tem quatro ou cinco dias de suprimento de combustível. Isso no país mais rico em petróleo do mundo… isso porque eles destruíram a capacidade de produção nacional”, disse Marco Rubio em 7 de março.

 
 
 

Juiz Marcelo Brêtas manda prender ex-presidente Michel Temer

Juiz Marcelo Brêtas manda prender ex-presidente Michel Temer
O ex-presidente Michel Temer foi preso em São Paulo, no âmbito da Operação Lava Jato. A ordem de ...
Leia Mais >
 

EUA alertam Ortega de que não há como escapar das sanções contra empresas ligadas ao regime de Maduro

EUA alertam Ortega de que não há como escapar das sanções contra empresas ligadas ao regime de Maduro
Tanto a empresa Alba de Nicaragua (Albanisa) quanto sua filial Bancorp, que foram atingidas pelas sanções que os ...
Leia Mais >
 

Trump promete facilitar entrada de brasileiros nos EUA

Trump promete facilitar entrada de brasileiros nos EUA
O presidente Jair Bolsonaro liberou o visto para turistas dos Estados Unidos, Japão, Austrália e Canadá, sendo muito ...
Leia Mais >
 

“Eu me senti violada”: adolescente processa escola por presença de estudante trans no vestiário feminino (Vídeo)

“Eu me senti violada”: adolescente processa escola por presença de estudante trans no vestiário feminino (Vídeo)
Uma estudante do ensino médio na Pensilvânia disse que sua privacidade foi violada e que ela foi submetida ...
Leia Mais >