Maluf é multado em R$2,1 milhões por ignorar sentença judicial

Deputado não ressarciu os cofres públicos após condenação por improbidade administrativa
Multa equivale a 10% dos R$ 21,3 milhões que o deputado deve à prefeitura de São Paulo
Multa equivale a 10% dos R$ 21,3 milhões que o deputado deve à prefeitura de São Paulo (Fabio Pozzebom / Agência Brasil)

A Justiça de São Paulo multou o deputado federal Paulo Maluf (PP-SP) em R$2,1 milhões por descumprir uma sentença judicial. A sentença obrigara o ex-prefeito de São Paulo a pagar R$21,3 milhões por dano ao erário durante sua gestão (1993-1996), nas operações financeiras envolvendo títulos públicos municipais que ficaram conhecidas como ‘escândalo dos precatórios’. A multa equivale a 10% do valor devido.

Na decisão, publicada nesta sexta-feira, a juíza Liliane Keyko Hioki negou recurso movido por Maluf questionando o valor a ser pago. Segundo Liliane, para poder questionar, a quantia já deveria ter sido depositada em outubro do ano passado após a condenação por improbidade administrativa haver transitado em julgado, informou o Estadão.

No recurso, a defesa do deputado tentava reduzir o montante para R$ 15 milhões, alegando que os juros referentes à condenação seriam menores. Afirmava também que já haveria pago R$ 13,1 milhões devido a outra ação movida pelo Ministério Público em 2011, contra a corretora Negocial S/A Distribuidora de Títulos e Valores Imobiliários, que seriam para quitar o mesmo valor. A empresa é uma das 15 corretoras e instituições financeiras condenadas pelo escândalo dos precatórios.

A juíza considerou, na decisão, que não foi comprovado nenhum tipo de pagamento e que não há prova de que o dinheiro reclamado da corretora pelo MP tenha qualquer relação com o valor exigido pela Justiça.

Epoch Times publica em 35 países em 21 idiomas.

Siga-nos no Facebook: https://www.facebook.com/EpochTimesPT

Siga-nos no Twitter: @EpochTimesPT

 
 
 

Diplomatas dos EUA na Colômbia sofrem da ‘síndrome de Havana’, segundo o WSJ

Diplomatas dos EUA na Colômbia sofrem da ‘síndrome de Havana’, segundo o WSJ
A embaixada dos Estados Unidos na Colômbia está investigando vários casos da chamada " síndrome de Havana " ...
Leia Mais >
 

Taiwan: não nos curvaremos à China

Taiwan: não nos curvaremos à China
Mais de uma dúzia de pessoas estão mortas na China. Severas enchentes no país causaram o transbordamento de ...
Leia Mais >
 

Huawei: entenda preocupações acerca da empresa

Huawei: entenda preocupações acerca da empresa
Durante a 1ª Guerra Mundial, a Grã-Bretanha fez do seu conhecimento de uma tecnologia chave uma arma formidável ...
Leia Mais >
 

Quem realmente foi Che Guevara?

Quem realmente foi Che Guevara?
Um ex-chefe da inteligência venezuelana foi preso na Espanha. À ocasião, uma jornalista espanhola acusou laços de partidos ...
Leia Mais >