Mãe descobre técnico do hospital lendo histórias para sua filha em suporte de vida

Por Catherine Bolton 

Cassie Baker, mãe de três filhos, foi tocada pelo ato gentil de um perfusionista cardiovascular do MercyOne Des Moines Medical Center, em Iowa, que leu histórias para sua filha que estava com aparelhos de suporte de vida lutando por sua vida.

Baker capturou o encontro emocionante em uma fotografia e compartilhou no Facebook, onde se tornou viral. Dane Pratt está encarregado de operar as máquinas de ECMO para seus pacientes jovens, e muitas vezes ele gosta de trazer livros para ler para eles.

(Cortesia de Cassie Baker)
(Cortesia de Cassie Baker)

Parker nasceu prematura com apenas 23 semanas e passou os primeiros 234 dias de sua vida na Unidade de Terapia Intensiva Neonatal (UTIN) antes de receber alta pela primeira vez em julho.

Aos 13 meses, logo após o Natal, Parker voltou ao hospital devido a um resfriado que agravou suas infecções pulmonares crônicas, e foi quando a mãe encontrou Pratt cuidando da máquina de ECMO de sua filha.

(Cortesia de Cassie Baker)
(Cortesia de Cassie Baker)

Baker explicou que, com outras duas crianças em casa, era difícil conciliar estar com Parker o tempo todo.

Foi quando Pratt entrou em cena e, enquanto a garotinha estava conectada à máquina para ajudar seu corpo a se curar, ele abriu um livro de histórias que a avó lhe dera. Um dia, Baker espiou e viu Pratt lendo ao lado de Parker, certificando-se de que ela não ficasse sozinha em seu quarto.

(Cortesia de Cassie Baker)
(Cortesia de Cassie Baker)

“Um dia ele foi até a cama dela, abriu um livro e leu para ela”, relatou Cassie Baker, mãe de Parker. “Como mãe, faz você se sentir tão em casa e à vontade saber que existem profissionais médicos que não veem isso apenas como um trabalho e continuam sendo compassivos”.

“Ele é maravilhoso. Temos outras duas crianças para cuidar em casa, e saber que ela está recebendo a compaixão e o amor de um profissional médico como Dane aquece nossos corações. Ele é um ser humano verdadeiramente especial.”

(Cortesia de Cassie Baker)
(Cortesia de Cassie Baker)
(Cortesia de Cassie Baker)
(Cortesia de Cassie Baker)

De acordo com Pratt, foi um gesto simples e fácil de ajudar a tentar fazer uma pequena paciente se sentir um pouco melhor. “Colocar o esforço extra não significa que você tem que andar uma milha”, declarou Pratt. “Às vezes é tão fácil quanto ler um livro”.

A família Baker criou uma página no GoFundMe para arrecadar dinheiro para o tratamento necessário para ajudar Parker a se recuperar de suas infecções respiratórias, mas mesmo aqueles com apenas alguns livros extras podem ajudar a fazer a diferença. Livros podem ser enviados ao hospital para trabalhadores como Pratt neste endereço:

Centro Médico MercyOne Des Moines 

1111 6th Avenue

Des Moines, IA 50314

(Cortesia de Cassie Baker)
(Cortesia de Cassie Baker)

Entre para nosso canal do Telegram

Assista também:

 
 
 

Regime chinês matou adepto do Falun Gong para extrair seu fígado, afirma testemunha

Regime chinês matou adepto do Falun Gong para extrair seu fígado, afirma testemunha
Um ex-membro de uma gangue criminosa japonesa disse que testemunhou o comércio de órgãos na China, tendo visto ...
Leia Mais >
 

Trump: FBI invadiu sua casa na Flórida, propriedade está ‘sob cerco’

Trump: FBI invadiu sua casa na Flórida, propriedade está ‘sob cerco’
O ex-presidente Donald Trump disse que sua casa em Mar-a-Lago na Flórida está "sob cerco" e "ocupada por ...
Leia Mais >
 

Biden se diz “preocupado” com manobras da China, mas não crê em passo além

Biden se diz “preocupado” com manobras da China, mas não crê em passo além
O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, afirmou nesta segunda-feira estar "preocupado" com o uso de armas pela ...
Leia Mais >
 

Alimentos ultraprocessados podem contribuir para perda cognitiva

Alimentos ultraprocessados podem contribuir para perda cognitiva
Dificuldade de lembrar datas, fazer cálculos ou realizar tarefas básicas do dia a dia. As habilidades cognitivas geralmente ...
Leia Mais >