Mãe de 59 anos em uma ‘missão’ para espalhar a bondade da meditação Falun Dafa por toda a Índia

Uma música tranquila soa todas as manhãs às 6:30 sob a copa das imensas árvores do Parque Cubbon, em Bangalore, na Índia. Lá é onde uma mulher senta-se em meditação – a serenidade em seu semblante é algo de cativar verdadeiramente. Transeuntes passam desavisados, alguns param para pegar um panfleto, enquanto uns poucos, completamente imersos no momento harmonioso, esperam que ela abra os olhos para perguntar o que está fazendo. Esta é a história de um senhora de 59 anos cuja vida mudou para melhor com prática pacífica de meditação do Falun Dafa.

Veeresh/NTD India

Chitra Devnani é uma dona de casa como muitas outras, mas há mais nela do que aparenta – ela diz ser “uma decisão viver a vida com os princípios de Verdade-Compaixão-Tolerância”. Nascida e criada em Pune em uma família Sindhi (N. do T.: os Sindhi são um grupo étnico tradicionalmente enraizado na província de Sindh, localizada ao sudeste do Paquistão) que imigrou do Paquistão para a Índia na repartição de 1947,  Chitra casou-se adentrando outra família Sindhi em Bangalore. Em conversa com a NTD Índia, Chitra disse que sua vida era muito diferente a 35 anos atrás, quando adentrou o matrimônio.

“Eu tive meu filho um ano após o casamento e, logo após, em decorrência de complicações na gravidez sofri de dores horríveis nas costas”, disse ela. “Ela continuou por 15 penosos anos e ao longo deste período também houve o nascimento da minha filha. A vida é uma estranha mistura de alegria e dor”.

(Chitra Devnani)

Sofrendo diariamente com um dor excruciante em suas costas, Chitra tentou diversos métodos de tratamento alternativo, como Sujok, acupuntura, acupressão e até tornou-se adepta de homeopatia, no entanto, nada ajudou.

“Em 2001, durante uma aula de tratamento Sujok em Bangalore, uma senhora de Singapura veio apresentar uma nova prática ao meu grupo – o sistema de meditação ancestral chamado Falun Dafa”, relembra ela.

Chitra sentiu uma conexão imediata com os exercícios tranquilos e serenos, e decidiu praticá-los.

Chitra em meditação Falun Gong com discentes escolares em Kolar, Karnataka (Crédito: Veeresh)(Dai Bing/Epoch Times)

As dores intensas em suas costas haviam privado Chitra da normalidade por todos aqueles anos, mas aquele dia comum assinalou um recomeço para ela. Compartilhou como até aquele momento fortuito ela venha tentando com empenho se curar da dor e do sofrimento, mas foi somente naquele dia que ela veio a sentir que “algo tão simples como a meditação havia, realmente, curado-a de todos os seus infortúnios”.

“Eu queria dançar fazia tempo, mas era difícil até caminhar. Então quando fiz os movimentos compassados e suaves dos exercícios do Falun Dafa eu vivenciei uma leveza e um alívio indescritíveis”, disse ela.

“Eu era extremamente temperamental e inclinada ao conforto. Devagar, fui começando a perceber que a causa de meu sofrimento eram as minhas próprias insuficiências”, falou Chitra. “Eu possuía essa busca inexplicável, uma divagação sobre o propósito da minha vida, e minha busca encerrou após eu começar com a prática do Falun Dafa”.

Hoje, faz 17 anos que esta querida mãe de dois filhos adultos continua com sua prática diária de Falun Dafa. E além de vivenciar os imensos benefícios de saúde, ela sentiu “a urgência de compartilhar a meditação com outros”. Portanto, Chitra vem viajando pelo país para apresentar a prática gratuitamente em escolas, organizações, ashrams e feiras de livros.

(Dai Bing/Epoch Times)

Chitra acredita que viver com um senso de propósito, no entanto, não significa guardar em si desprezo por tudo o mais que aparente ser “ordinário”.

“Trata-se de fazer o que quer que esteja fazendo com o coração. Quer seja cozinhar ou cuidar da família”, disse ela. “De toda mulher Sindhi requer-se cozinhar bem. Antigamente eu costumava achar difícil administrar mesmo as coisas do dia-a-dia em casa. Agora eu viajo pelo país para apresentar a prática em escolas e organizações e administro minhas responsabilidades familiares melhor do que antes.”

Ela disse que sua “saúde melhorada a preencheu de profunda alegria interior e um incrível senso de paz”.

Chitra com o filho, nora, filha e marido (Chitra Devnani)

“Eu viajo de escola em escola para ensinar os exercícios às crianças. Sinto imensa alegria quando me dão retorno e me contam sobre como não disseram uma mentira.”

Chitra crê que “todo ser vivo é inerentemente bom e aspira ser um bom ser humano em sua vida”. Disse que seguirá adiante com sua “missão de disseminar a beleza e a alegria de ser uma pessoa bondosa e gentil.

“Valores e bondade são a essência da vida. Hoje nosso mundo precisa de Verdade-Compaixão-Tolerância muito mais do que jamais precisou”, afirmou ela.

Assista sua incrível jornada de vida no vídeo abaixo:

A Path Back Home

59-year-old mom’s heart awakening journey will inspire you ❤️

Опубликовано NTD India Вторник, 9 января 2018 г.

Já que está aqui, se gostar deste artigo, por favor, compartilhe-o.

Falun Dafa (também conhecido como Falun Gong) é um sistema de meditação embasado pelos princípios universais de “Verdade- Compaixão-Tolerancia”. Foi apresentado ao público pelo Prof. Li Hongzhi em 1992, na China. É atualmente praticado por mais de 100 milhões de pessoas em 114 países. Mas este sistema pacífico de meditação está sendo brutalmente perseguido na China desde 1999. Para maiores informações, por favor visite: falundafa.org e faluninfo.net.

 
 
 

Governo dos EUA intensifica esforços para combater desinformação sobre vírus do PCC

Governo dos EUA intensifica esforços para combater desinformação sobre vírus do PCC
As agências federais estão intensificando seus esforços para combater uma campanha agressiva de desinformação do regime comunista chinês ...
Leia Mais >
 

Trump diz que tem dúvidas sobre os dados oficiais de vírus da China

Trump diz que tem dúvidas sobre os dados oficiais de vírus da China
O presidente Donald Trump expressou na quinta-feira suas dúvidas sobre o número de casos de COVID-19 sendo relatados ...
Leia Mais >
 

Hospitais de Nova Iorque estão oferecendo enormes quantidades de vitamina C aos pacientes com coronavírus

Hospitais de Nova Iorque estão oferecendo enormes quantidades de vitamina C aos pacientes com coronavírus
Pacientes com coronavírus muito doentes estão recebendo uma grande dose de vitamina C no estado de Nova Iorque, ...
Leia Mais >
 

Vestígios de vírus são encontrados em navio de cruzeiro 17 dias após desembarque de passageiros

Vestígios de vírus são encontrados em navio de cruzeiro 17 dias após desembarque de passageiros
Traços do vírus do PCC foram encontrados em um navio de cruzeiro no Japão mais de duas semanas ...
Leia Mais >