Leis mais severas contra mídia social que permitir transmissões terroristas

Da AAP

Executivos de mídias sociais cujos sites transmitem terríveis ataques terroristas podem ser presos ou enfrentar bilhões de dólares em multas sob novas leis.

O governo de Morrison apressou as leis através do parlamento depois que o ataque terrorista de Christchurch foi transmitido ao vivo pelo atirador no Facebook.

A indústria de tecnologia diz que as mudanças “criam incerteza” para a indústria na Austrália, mas o procurador-geral Christian Porter rejeitou isso como alarmismo.

Great to be at Holy Cross College, Ellenbrook yesterday to announce $1 million in funding for a new gym.We're building…

Posted by Christian Porter on Saturday, March 23, 2019

“Isso é o que eles disseram antes dos requisitos e regulamentações do cyberbullying, foi o que disseram antes do E-Safety Commissioner, foi o que disseram antes do aviso de remoção (leis) – eles ainda estão aqui”, disse Porter aos repórteres, em Canberra, em 4 de abril.

Porter disse que os executivos do site podem ser presos, dependendo das circunstâncias, além de multas pesadas.

“O Facebook, se permitir que isso aconteça novamente em circunstâncias semelhantes, pode potencialmente sofrer uma multa de até 10% em seu faturamento”, disse ele.

As leis aprovadas foram no parlamento com o apoio do Partido Trabalhista, como parte de seu compromisso com o bipartidarismo em questões de segurança nacional.

Mas o secretário-geral da sombra, Mark Dreyfus, não está feliz com a “ridícula cronologia” que eles tiveram que considerar as mudanças, que o partido viu pela primeira vez na tarde de segunda-feira.

“Este projeto é desajeitado e defeituoso em muitos aspectos”, disse ele ao parlamento.

Se o Partido Trabalhista vencer a próxima eleição, as leis serão encaminhadas ao poderoso comitê parlamentar de inteligência e segurança e potencialmente alteradas.

O ministro das Comunicações, Mitch Fifield, disse que a coalizão enviaria as leis ao comitê de comunicações do Senado após a eleição.

Ele também prometeu que o comitê “olharia o papel dessas plataformas como editores”.

Today we passed world-first legislation to punish individuals, websites and social media platforms that publish and host…

Posted by Senator Mitch Fifield on Wednesday, April 3, 2019

O grupo de lobby da indústria digital, DIGI, disse que as leis estão fora de sintonia com os regimes na Europa e nos Estados Unidos.

“(É), portanto, ruim para os usuários da Internet, pois incentiva as empresas a monitorar proativamente os vastos volumes de conteúdo gerado pelo usuário que estão sendo carregados a qualquer momento”, disse a diretora-gerente Sunita Bose.

As leis são direcionadas a casos em que os autores de crimes fazem upload de seus vídeos.

“Não vai ser preciso muito discernimento nuançado para resolver isso. Esta é uma gravação de estupro, assassinato, tortura ou sequestro ”, disse Porter.

O Conselho de Direito da Austrália disse que as leis foram aprovadas em 24 horas sem escrutínio e consulta.

“Notícias importantes podem ser censuradas em plataformas de mídia social, o que é contrário ao princípio democrático de uma imprensa livre, que existe para responsabilizar os governos”, disse o presidente Arthur Moses.

Mas o senador Fifield disse que havia exceções para os jornalistas que trabalham, e a lei não teria impacto sobre os defensores dos direitos humanos.

As empresas de mídia já possuem códigos de prática que as impedem de exibir imagens de assassinato, estupro, tortura e sequestro.

“A lei tem que ser a mesma para todos”, disse Porter.

Por Angus Livingston e Marnie Banger

 
 
 

A perseguição religiosa na China e suas implicações para o mundo

A perseguição religiosa na China e suas implicações para o mundo
A atual perseguição do regime chinês contra a espiritualidade e as religiões na China: igrejas e locais de ...
Leia Mais >
 

Porta-voz de Melania Trump, Stephanie Grisham, é a nova secretária de imprensa da Casa Branca

Porta-voz de Melania Trump, Stephanie Grisham, é a nova secretária de imprensa da Casa Branca
Melania Trump anunciou hoje (25) que sua porta-voz Stephanie Grisham foi escolhida para ser a próxima assessora de ...
Leia Mais >
 

SUS poderá oferecer cirurgia de mudança de sexo

SUS poderá oferecer cirurgia de mudança de sexo
O SUS foi autorizado pelo Ministério da Saúde a realizar o procedimento de “redesignação sexual” feminina para homens ...
Leia Mais >
 

Impeachment de Marcelo Crivella é rejeitado por vereadores do Rio

Impeachment de Marcelo Crivella é rejeitado por vereadores do Rio
O processo de impeachment contra o prefeito Marcelo Crivella foi arquivado nesta terça-feira (25) pelos vereadores da Câmara ...
Leia Mais >