Imã de Al Azhar diz que é permitido bater em mulheres mas “sem quebrar nenhum osso”

Por Jesús de León, Epoch Times

O imã de Al Azhar, Ahmed el Tayeb, afirmou que uma mulher pode ser espancada pelo marido “desde que nenhum osso seja quebrado”.

“O remédio que o Alcorão oferece é golpear de modo simbólico com o propósito de reformar, mas sem causar danos, ferimentos ou dor”, disse o imã. Ele fez essas declarações controversas em um programa de televisão que ele apresentou durante o mês sagrado do Ramadã.

Os homens podem espancar as mulheres quando elas demonstram rebelião, mas sem quebrar nenhum osso, danificar nenhum órgão ou causar-lhes dano psicológico, disse Ahmed el Tayeb, o imã da Mesquita Al Azhar (Cairo), em um programa de televisão egípcio, de acordo com a Telecinco.

De acordo com Tayeb, o objetivo é golpear a mulher de forma simbólica com o Swak (um pequeno bastão de madeira que era usado como escova de dentes) ou o pincel do nosso tempo.

Para este tipo de agressão existem “algumas regras e limites”: “não se deve quebrar os ossos, nem causar dano a um órgão interno ou membro do corpo, ou machucá-la com a mão no rosto, ou causar-lhe feridas, ou danos psicológicos”, disse.

Suas palavras provocaram polêmica e, por essa razão, Ahmed Tayeb tentou corrigir, emitindo uma declaração.

Mesquita de Al Azhar em 12 de maio de 2019, no Cairo, capital do Egito (MAHMOUD KHALED / AFP / Getty Images)
Mesquita de Al Azhar em 12 de maio de 2019, no Cairo, capital do Egito (MAHMOUD KHALED / AFP / Getty Images)

Nela, ele disse que “os maus tratos às mulheres se tornaram uma das causas de danos psicológicos que se refletem negativamente na família”.

“A opinião do xeque que dá permissão ao homem para bater em sua esposa é sua principal ideologia e seu discurso está gravado em vídeo e áudio”, condenou o parlamentar Mohamed Abu Hamed, conforme relatou El Mundo.

 
 
 

Bolsonaro, COVID-19 e a invasão chinesa no Brasil

Bolsonaro, COVID-19 e a invasão chinesa no Brasil
O agravamento da epidemia de coronavírus no Brasil evidencia a relação próxima e predatória do Partido Comunista Chinês ...
Leia Mais >
 

Gás lacrimogêneo é lançado em manifestantes de Hong Kong que retornaram às ruas contra a lei de ‘Segurança Nacional’ da China

Gás lacrimogêneo é lançado em manifestantes de Hong Kong que retornaram às ruas contra a lei de ‘Segurança Nacional’ da China
Por Frank Fang O ar em Hong Kong se encheu novamente de gás lacrimogêneo em 24 de maio, ...
Leia Mais >
 

Relatório da Casa Branca denuncia ‘comportamento maligno’ de Pequim em meio a tensões elevadas

Relatório da Casa Branca denuncia ‘comportamento maligno’ de Pequim em meio a tensões elevadas
A Casa Branca criticou as práticas econômicas predatórias do Partido Comunista Chinês (PCC), movimentos militares agressivos e violações ...
Leia Mais >
 

Médica levanta preocupação com ensaios humanos canadenses da vacina contra vírus desenvolvida em parceria com militares chineses

Médica levanta preocupação com ensaios humanos canadenses da vacina contra vírus desenvolvida em parceria com militares chineses
Um médico está expressando preocupação com os canadenses que recebem uma vacina experimental COVID-19 desenvolvida com a ajuda ...
Leia Mais >