Funcionários consulares chineses exigem que japoneses proíbam a Companhia de Arte Shen Yun

Funcionários consulares chineses exigem que japoneses proíbam a Companhia de Arte Shen Yun

Uma carta do consulado chinês em Fukuoka, enviada recentemente a funcionários do governo local japonês e a patrocinadores. O texto demanda que eles não apoiem de forma alguma o Shen Yun Performing Arts, um companhia de dança e música clássica chinesa que atualmente faz turnê no Japão (The Epoch Times)

2013/04/20
Cartas a escritórios governamentais e empresas pedem a retirado do apoio e patrocínio

TÓQUIO – A consulado chinês no Japão enviou cartas recentemente para empresas patrocinadoras e funcionários do governo japonês na cidade de Fukuoka, exigindo que retirem seu apoio ao Shen Yun Performing Arts, uma companhia de dança clássica chinesa que percorre o mundo em turnê. A manutenção de boas relações com a República Popular da China (RPC) estaria em questão.

A turnê do Shen Yun no Japão vai de 19 de abril a 1º de maio. A companhia realizará 11 shows em cinco cidades e está atualmente em Tóquio.

No ano passado e retrasado, funcionários consulares chineses também enviaram cartas semelhantes.

A carta a um patrocinador deste ano, analisada pelo Epoch Times, pede ao empresário que cancele seu patrocínio aos promotores locais do Shen Yun em Fukuoka, onde a companhia está programada para se apresentar em 1º de maio. Ele foi convidado também a retirar todas as atividades de relações públicas, “envolvimento” ou qualquer outro tipo de apoio.

Funcionários do governo local japonês também receberam tais cartas, assim como teatros, emissoras de televisão, revistas e três dos maiores jornais do Japão.

As cartas ressaltam que suas demandas são “pelo bem das relações sino-japonesas”, segundo o texto da carta analisada pelo Epoch Times. O Epoch Times dedica um segmento de seu website à opinião da audiência que já assistiu ao Shen Yun.

As autoridades chinesas há muito tempo tentam encerrar as performances do Shen Yun em todo o mundo. A empresa é frequentemente patrocinada pelas Associações do Falun Dafa onde atua; o Falun Dafa é uma disciplina espiritual que é perseguida ferozmente pelo Partido Comunista na China.

Além disso, analistas dizem que o regime chinês teme que o show de cultura tradicional chinesa apresentado pelo Shen Yun seja atraente ao público chinês, porque o Partido Comunista Chinês tem tentado nos últimos 60 anos acabar com a cultura tradicional chinesa.

As cartas foram enviadas no contexto das disputas marítimas em curso entre o Japão e a RPC, em que muitos japoneses sentem que a regime chinês está agindo abusivamente.

Esta rodada de cartas visando o Shen Yun provavelmente não tranquilizará os japoneses de que a China é uma presença benigna, indicou Koyu Nishimura, um crítico japonês e jornalista que leu a carta enviada aos funcionários do governo. “Temos a liberdade de pensar, falar e acreditar. Isto é o que o Partido Comunista mais teme”, disse ele em entrevista ao Epoch Times. “O mundo está despertando para a verdadeira natureza do Partido Comunista.”

Nishimura continuou, “Se isso acontece cada vez que os artistas vêm ao Japão, não devemos ficar em silêncio. Temos de agir”, e acrescentou, “Não devemos perdoar essas ações.”

Epoch Times publica em 35 países em 21 idiomas.

Siga-nos no Facebook: https://www.facebook.com/EpochTimesPT

Siga-nos no Twitter: @EpochTimesPT