EUA: grupo pró-aborto protesta com bonecas e sangue falso na suprema corte

Por Naveen Athrappully

O grupo de ativistas pró-aborto “Rise Up 4 Abortion Rights”, realizou um protesto do lado de fora da casa da juíza da Suprema Corte, Amy Coney Barrett, na Virgínia, em 18 de junho. Essa foi a mais recente de uma série de manifestações desencadeadas pelo vazamento de um projeto de parecer da Suprema Corte, que sugeriu que o tribunal anularia a decisão Roe v. Wade de 1973, que legalizou o aborto.

Os manifestantes em frente à casa de Barrett seguravam bonecas e tinham as mãos amarradas com fita adesiva. Eles estavam vestidos com roupas que pareciam estar encharcadas de sangue falso. O grupo segurava cartazes que diziam “Não voltar atrás” e promoviam slogans como “maternidade forçada = escravidão forçada”. O grupo organizou protestos pró-aborto em vários outros locais, incluindo o Dodger Stadium, em Los Angeles, e do lado de fora da Suprema Corte dos EUA, em Washington.

“Não somos incubadoras! A procissão de jovens entregou bonecas a Amy Coney Barrett. Não estamos protestando para mudar as mentes dos fascistas que odeiam as mulheres. Estamos convocando a maioria pró-escolha, VOCÊ, para ir às ruas para PARAR #SCOTUS de derrubar Roe”, escreveu o Rise Up 4 Abortion Rights em um tweet.

Radicais pró-aborto realizaram quase duas dúzias de ataques contra centros de gravidez e outras instituições pró-vida nas últimas semanas.

O grupo radical “Jane’s Revenge” emitiu uma ameaça afirmando que, enquanto os grupos pró-vida continuarem suas atividades, “é época de caça e sabemos onde estão suas operações”. Ao atacar essas “instituições violentas”, o grupo encontra “alegria” e “coragem”, disse o Jane’s Revenge.

Em 8 de junho, as autoridades federais prenderam um homem da Califórnia, Nicholas John Roske, por tentar matar o juiz da Suprema Corte Brett Kavanaugh. O homem disse aos policiais que tentou o assassinato devido ao documento vazado da Suprema Corte.

Em entrevista à NTD, o deputado Markwayne Mullin (republicano de Oklahoma) criticou os legisladores democratas e as agências de inteligência por falarem sobre erradicar o terrorismo doméstico enquanto atacam apenas grupos de extrema direita e fecham os olhos contra casos como a tentativa de Roske de matar Kavanaugh, Mullin disse.

“Bem, se esse mesmo padrão de terrorismo doméstico vai se aplicar, então por que isso não está sendo chamado de terrorismo doméstico?” ele disse.

Mullin disse que o suposto perpetrador montou um kit de assassinato e dirigiu da Califórnia até Maryland até a casa de Kavanaugh, e que os ativistas estão tentando intimidar Kavanaugh por causa de sua posição quanto a Roe v. Wade.

Uma recente pesquisa da Fox News descobriu que a maioria dos eleitores registrados consideram inapropriados os protestos do lado de fora das casas dos juízes da Suprema Corte. Enquanto 70% dos republicanos e 62% dos independentes concordaram que tais protestos eram impróprios, 58% dos democratas acham tais protestos apropriados.

As autoridades federais têm resistido a acusar os manifestantes, que especialistas jurídicos dizem violar o 18 USC § 1507, que proíbe piquetes ou desfiles perto da residência de um juiz “com a intenção de influenciar” o juiz. O procurador-geral Merrick Garland, indicado por Biden, ordenou segurança 24 horas por dia para as casas de todos os nove juízes.

O senador Tom Cotton (republicano do Arkansas) pediu a demissão de Garland por sua inação em lidar com os manifestantes. Poucas horas após a tentativa de Roske de matar Kavanaugh, havia “milícias de esquerda na rua” anunciando na internet que estariam protestando em frente às casas dos juízes, Cotton disse à Fox News.

“Existe uma lei federal explícita contra protestos em frente às casas de juízes ou jurados”, disse Cotton. “Mais uma vez, o irresponsável e desafortunado procurador-geral Merrick Garland não fez nada, mesmo tendo conhecimento antecipadamente”.

Entre para nosso canal do Telegram

Assista também:

 
 
 

Regime chinês matou adepto do Falun Gong para extrair seu fígado, afirma testemunha

Regime chinês matou adepto do Falun Gong para extrair seu fígado, afirma testemunha
Um ex-membro de uma gangue criminosa japonesa disse que testemunhou o comércio de órgãos na China, tendo visto ...
Leia Mais >
 

Ex-general dos EUA fala sobre atuação do Partido Comunista Chinês: Entrevista exclusiva

Ex-general dos EUA fala sobre atuação do Partido Comunista Chinês: Entrevista exclusiva
David Stillwell, é um general de brigada americano reformado. De 2011 a 2013 ele foi diplomata na embaixada ...
Leia Mais >
 

BOLSONARO: “TOMAREMOS AS AÇÕES QUE DEVEM SER TOMADAS”; COREIA DO SUL AMPLIA DEFESA

BOLSONARO: “TOMAREMOS AS AÇÕES QUE DEVEM SER TOMADAS”; COREIA DO SUL AMPLIA DEFESA
O presidente Jair Bolsonaro discursou a uma multidão em Santa Catarina no sábado. Ele falou em “luta do ...
Leia Mais >
 

GUERRA “NÃO-CONVENCIONAL” DA CHINA; COLÔMBIA: GIRO À ESQUERDA; BRICS: IMPASSE DO BRASIL

GUERRA “NÃO-CONVENCIONAL” DA CHINA; COLÔMBIA: GIRO À ESQUERDA; BRICS: IMPASSE DO BRASIL
Um impasse para o Brasil? Ocorreu a cúpula do BRICS. China e Rússia falam em uma expansão do ...
Leia Mais >