EUA: Comitê Nacional Republicano aprova resolução contra extração forçada de órgãos na China

Por Minghui.org

O Comitê Nacional Republicano (RNC) dos Estados Unidos aprovou por unanimidade uma resolução em 2 de agosto de 2019 para denunciar a extração forçada de órgãos na China. A RNC “condena veementemente o ato da extração, sem consentimento, de órgãos de pessoas na China”. O texto completo da resolução é descrito no final deste artigo.

Shawn Steel, ex-presidente do Partido Republicano da Califórnia, é atual membro do Comitê de RNC da Califórnia. Ele apresentou a resolução depois de ouvir sobre um tribunal popular independente em Londres, concluída em 17 de junho de 2019, afirmando que o Partido Comunista Chinês (PCC) vem extraindo órgãos de praticantes vivos do Falun Gong por muitos anos, e a tragédia continua.

Referir a questão da extração de órgãos ao tribunal era provavelmente “o mais importante grupo de apuração de fatos” que “chegou ao cerne da questão” sobre o assunto. Steel disse que os exames médicos dentro das prisões chinesas para doação de órgãos são “inacreditavelmente cruéis”. Ele considera esse ato semelhante aos dos médicos nazistas, que realizam experimentos médicos com prisioneiros judeus, como o infame Dr. Josef Mengele, que selecionava prisioneiros judeus em campos de concentração alemães e então conduzia experimentos médicos.

Steel ouviu falar sobre essa questão pela primeira vez durante uma viagem a Helsinque, na Finlândia, onde um praticante do Falun Gong despertou a atenção dele para isso em uma exposição de rua. Ele mal pode acreditar: “Que tipo de sociedade permitiria que isso acontecesse?”, questionou. Porém é cada vez mais crescente relatórios de organizações independentes que confirmaram a existência e a escala dessas atrocidades.

“Você não consegue um órgão humano vital em duas semanas nos Estados Unidos. Demora um ano, demora muito tempo. As pessoas morrem todos os dias à espera de um doador voluntário”, observou Steel, acrescentando que a brutalidade traria mais atenção à sociedade internacional”, não pode ir embora porque milhares de vítimas estão sendo envolvidas todos os anos na China, que é um número muito grande a esconder”, disse Steel.

Resolução fornecida pelo Gabinete do Conselho do RNC:

RESOLUÇÃO RELATIVA À EXTRAÇÃO DE ÓRGÃOS NA CHINA

CONSIDERANDO QUE, durante quase duas décadas, o regime comunista da China tem se empenhado na prática vil da extração forçada de órgãos para transplante de prisioneiros encarcerados e acredita-se que essas pessoas sejam “prisioneiros de consciência”, muçulmanos, budistas tibetanos, cristãos e praticantes do Falun Gong;

CONSIDERANDO que, a China está experimentando um influxo no “turismo de transplante” em que indivíduos criticamente necessitados de transplantes estão viajando para a China para pagar milhares de dólares por uma das 60.000 a 90.000 cirurgias de transplante da China a cada ano—muito além do número de órgãos de órgãos de doações voluntárias;

CONSIDERANDO que, os hospitais chineses podem agendar transplantes de órgãos importantes dentro de duas semanas, sugerindo uma intuição nefasta referente a “doação” desses órgãos;

CONSIDERANDO que, por outro lado, o esquema de doação de órgãos altamente desenvolvido dos EUA exige que os destinatários sejam colocados em uma lista cuidadosamente selecionada, exigindo que muitos candidatos esperem centenas de dias por um transplante, cuja data exata não pode ser prevista e muitas vezes não vem a tempo;

CONSIDERANDO que, desde 2000, centenas de milhares de pessoas foram assassinadas e tiveram seus órgãos extraídos sem seu consentimento;

CONSIDERANDO QUE, em junho de 2019, o Tribunal Independente da China anunciou sua constatação de que o regime da China tem praticado sistematicamente, por décadas, a remoção forçada de prisioneiros de consciência;

CONSIDERANDO QUE, os Parlamentos do Canadá e da União Europeia, bem como a Comissão de Relações Exteriores da Câmara dos Deputados dos Estados Unidos, adotaram resoluções condenando a extração forçada de órgãos de prisioneiros de consciência; e

CONSIDERANDO QUE, relatores especiais das Nações Unidas pediram ao governo chinês para prestar contas sobre as fontes de órgãos usados nas práticas de transplantes, e a Associação Médica Mundial, a Sociedade Americana de Transplante e a Sociedade de Transplante pediram sanções às autoridades médicas chinesas; portanto,

RESOLVEU-SE que o Comitê Nacional Republicano (RNC) condena veementemente a prática da extração, sem consentimento, de órgãos na China; e

RESOLVEU-SE que a RNC considera a extração involuntária de órgãos da China como uma violação importante dos direitos humanos.

 
 
 

Em meio a protestos, Evo Morales renuncia à presidência da Bolívia

Em meio a protestos, Evo Morales renuncia à presidência da Bolívia
O presidente da Bolívia, Evo Morales, anunciou hoje (10), em um pronunciamento transmitido a partir da cidade de Cochabamba, sua ...
Leia Mais >
 

Itamaraty apoia novas eleições na Bolívia e expõe profunda preocupação com fraude

Itamaraty apoia novas eleições na Bolívia e expõe profunda preocupação com fraude
Por Davi Soares, Diário do Poder Antes do anúncio da renúncia de Evo Morales ao cargo de presidente ...
Leia Mais >
 

MTur abre credenciamento para agências receberem turistas chineses

MTur abre credenciamento para agências receberem turistas chineses
As inscrições para agências de viagens brasileiras receberem turistas chineses começa nesta terça-feira (5), segundo informações do Ministério ...
Leia Mais >
 

Câmara Legislativa do DF instala sistema de energia fotovoltaica

Câmara Legislativa do DF instala sistema de energia fotovoltaica
A Câmara Legislativa do Distrito Federal finaliza a instalação de um parque de geração de energia solar. Com ...
Leia Mais >