Damares Alves propõe “contrarrevolução cultural” com apoio da Bancada Evangélica (Vídeo)

Por Michael Caceres, Gospel Prime

A ministra da Mulher, Família e Direitos Humanos, Damares Alves, afirmou nesta terça-feira (30) que uma das suas propostas é iniciar uma “contrarrevolução cultural no Brasil”, assim como uma “releitura de direitos humanos” no país.

“Estamos nos propondo, deputado, àquele nosso grande sonho de uma contrarevolução cultural no Brasil. Uma releitura de direitos humanos”, disse ela ao presidente da Frente Parlamentar Evangélica (FPE), deputado Silas Câmara (PRB-AM).

Essa não é a primeira vez que a ministra usa o termo “contrarrevolução”, ela já havia dito algo a respeito antes mesmo de assumir o cargo, quando afirmou que ao assumir ensinaria menino “a respeitar menina como menina”.

Damares voltou a falar sobre o tema durante uma análise dos primeiros 200 dias a frente da pasta, destacando que o governo Bolsonaro tem priorizado o direito à vida, as crianças, os idosos e muitos outros temas que não faziam parte das políticas do Ministério.

A ministra também aproveitou para elogiar o trabalho do deputado Silas à frente da Frente Parlamentar Evangélica, ressaltando que o político tem lutado junto com o governo.

Em contrapartida, o líder da Bancada Evangélica, como é conhecida a FPE, manifestou sua admiração pelo trabalho da ministra.

Afirmando que a bancada continua “constante e firme na posição de defender não apenas uma irmã em Cristo, mas principalmente uma profissional competente, uma dedicada servidora pública”.

Sobre a possibilidade de deixar o Ministério da Mulher, Família e Direitos Humanos, Damares afirmou que permanece mais firme do que nunca no propósito de continuar realizando o seu trabalho.

Assista:

Ministra Damares faz balanço dos 200 dias de trabalho com apoio da Frente Parlamentar EvangélicaA ministra da Mulher e…

Frente Parlamentar Evangélica စာစုတင်ရာတွင် အသုံးပြုမှု ၂၀၁၉၊ ဇူလိုင် ၃၀၊ အင်္ဂါနေ့

 
 
 

Cerca de 3.000 praticantes do Falun Gong foram perseguidos e assediados nos últimos meses

Cerca de 3.000 praticantes do Falun Gong foram perseguidos e assediados nos últimos meses
A polícia chinesa assediou cerca de 3.000 praticantes do Falun Gong nos últimos dois meses, de acordo com ...
Leia Mais >
 

Navios de guerra chineses entram em zona americana

Navios de guerra chineses entram em zona americana
Navios de guerra chineses entraram na zona econômica exclusiva americana. A mídia estatal chinesa disse ser uma medida ...
Leia Mais >
 

Investidores de empresa chinesa exigem seu dinheiro de volta

Investidores de empresa chinesa exigem seu dinheiro de volta
Um novo surto do vírus do PCC atinge a China. Um homem testa positivo após 3 semanas em ...
Leia Mais >
 

Taiwan serve como ‘fortaleza marítima’ para impedir expansão da China no Pacífico, diz ministro

Taiwan serve como ‘fortaleza marítima’ para impedir expansão da China no Pacífico, diz ministro
TAIPEI, Taiwan - A ilha autônoma é uma "fortaleza marítima" que bloqueia a expansão de Pequim para o ...
Leia Mais >