Cubano denuncia que regime está recrutando jovens para “defender Maduro” (Vídeo)

Por Anastasia Gubin, Epoch Times

O regime cubano estaria preparando jovens recrutas para enviá-los à Venezuela.

Assim denunciou à revista America News de Havana o jovem José Pedro León Pérez, de 21 anos, que afirmou ter vários amigos recrutas, que o informaram que eles estavam sendo treinados em Artemisa e no leste do país para posteriormente serem enviados para lutar na Venezuela.

“Eles dizem que querem mandar os garotos para o serviço militar. Eles já enviaram um grupo”, disse ele. “Eles querem enviar crianças para o serviço militar para defender Maduro, para o caso de Maduro não valer a pena.”

Pedro León acrescentou que eles queriam fazê-los assinar um documento afirmando que estão dispostos a defender a ditadura venezuelana.

“Eu não tenho medo”, disse ele ao fazer suas declarações contra os planos.

“O que eu quero dizer aos garotos é que eles não devem ir a lugar algum. Que eles devem se recusar. Que eles se neguem a ir porque vão morrer por algo que não vale a pena”.

“Eles vão tirar a vida de cubanos que não têm culpa de nada, são pessoas inocentes. As pessoas estão passando fome aqui em Cuba”, acrescentou o jovem.

Ministra do Serviço Penitenciário da Venezuela, Iris Varela (dir.), visitou no domingo, 24 de fevereiro, a Ponte Internacional Francisco de Paula Santander, que liga a Venezuela a Cúcuta (Colômbia), acompanhada de homens armados desconhecidos usando trajes civis e um grupo da Guarda Nacional Bolivariana (Mauricio Dueñas Castañeda/EFE)
Ministra do Serviço Penitenciário da Venezuela, Iris Varela (dir.), visitou no domingo, 24 de fevereiro, a Ponte Internacional Francisco de Paula Santander, que liga a Venezuela a Cúcuta (Colômbia), acompanhada de homens armados desconhecidos usando trajes civis e um grupo da Guarda Nacional Bolivariana (Mauricio Dueñas Castañeda/EFE)

De acordo com o relatório da América TV, o regime cubano estaria usando o termo “missão ativa” para forçar os médicos cubanos no país sul-americano a pegar em armas se fosse pedido.

De fato, Havana anunciou que deu a Maduro mais de três milhões de assinaturas de cubanos “a quem o regime forçou a assinar uma carta de apoio a Caracas”, disse o relatório.

A presença cubana na Venezuela foi anteriormente documentada nas esferas do poder.

Em 27 de fevereiro, a jornalista da Univisión que foi presa no palácio de Miraflores, em Caracas, Venezuela, depois que Nicolás Maduro interrompeu uma entrevista que sua equipe de imprensa estava conduzindo sobre questões que o incomodaram, disse que “o círculo próximo de Maduro é cubano”.

A jovem participava da entrevista que seu colega, o jornalista Jorge Ramos, estava fazendo. Ela disse que foi sequestrada e trancada em um quarto sem luz pela guarda cubana. Depois de roubarem todos os seus pertences, ela foi deportada da Venezuela junto com o resto do grupo.

Entre 22 e 29 de setembro passado, as Forças Armadas Venezuelanas realizaram um exercício militar combinado entre o Exército, a Marinha, a Aviação Militar, a Guarda Nacional, a Milícia Bolivariana, militares chineses e também cubanos.

 
 
 

Juiz Marcelo Brêtas manda prender ex-presidente Michel Temer

Juiz Marcelo Brêtas manda prender ex-presidente Michel Temer
O ex-presidente Michel Temer foi preso em São Paulo, no âmbito da Operação Lava Jato. A ordem de ...
Leia Mais >
 

EUA alertam Ortega de que não há como escapar das sanções contra empresas ligadas ao regime de Maduro

EUA alertam Ortega de que não há como escapar das sanções contra empresas ligadas ao regime de Maduro
Tanto a empresa Alba de Nicaragua (Albanisa) quanto sua filial Bancorp, que foram atingidas pelas sanções que os ...
Leia Mais >
 

Trump promete facilitar entrada de brasileiros nos EUA

Trump promete facilitar entrada de brasileiros nos EUA
O presidente Jair Bolsonaro liberou o visto para turistas dos Estados Unidos, Japão, Austrália e Canadá, sendo muito ...
Leia Mais >
 

“Eu me senti violada”: adolescente processa escola por presença de estudante trans no vestiário feminino (Vídeo)

“Eu me senti violada”: adolescente processa escola por presença de estudante trans no vestiário feminino (Vídeo)
Uma estudante do ensino médio na Pensilvânia disse que sua privacidade foi violada e que ela foi submetida ...
Leia Mais >