Cientista descobre que a felicidade não é ligada ao sucesso material

Por Leonardo Vintini

Todos anseiam pela felicidade, mas parece um tesouro escondido.

De uma forma ou de outra – consciente ou inconscientemente, direta ou indiretamente – tudo o que fazemos, todas as nossas esperanças, estão relacionadas a um profundo desejo de felicidade.

Com 256 eletrodos na cabeça raspada, o monge budista francês Matthieu Ricard, autor do livro “Felicidade: um guia para desenvolver a habilidade mais importante da vida”, exibia o mesmo sorriso natural que sempre o acompanha aonde quer que vá. Seu córtex pré-frontal esquerdo, uma zona do cérebro especialmente ativa em pessoas com pensamentos positivos, mostra atividade além de qualquer parâmetro de normalidade.

Como biólogo molecular, Ricard reconhece os resultados da ressonância magnética cerebral: segundo a ciência, seu estado mental só poderia corresponder ao do homem mais feliz do planeta.

O cérebro feliz

Anos de estudos levaram os cientistas a discernir com grande precisão que a atividade do córtex pré-frontal esquerdo está fortemente relacionada à sensação de bem-estar, enquanto estados emocionais negativos deixam sua impressão na área pré-frontal direita.

Para sua surpresa, os estudos revelaram um padrão claro em indivíduos que possuíam “cérebros felizes”. Demograficamente, eles não eram os mais prósperos econômica ou materialmente na vida, mas sim, um grupo radicalmente diferente – monges tibetanos e pessoas que praticam a meditação.

Imagem de ressonância magnética da cabeça mostrando o cérebro humano (Ilustração – SpeedKingz/Shutterstock)

Submetido a um exaustivo experimento com varreduras cerebrais, um grupo de meditadores de longa data que praticavam um tipo de meditação focada na compaixão, conseguiu transformar a anatomia do cérebro de maneiras surpreendentes. Eles aumentaram os níveis de emoção positiva, como observado no córtex pré-frontal esquerdo. Eles também diminuíram a atividade no lobo pré-frontal direito relacionada à depressão, diminuíram a atividade da amígdala (uma região do cérebro relacionada ao medo e à raiva) e aumentaram a duração e a profundidade da atenção.

Os cientistas concluíram que a compaixão produzida por certos tipos de meditação tornava o cérebro sereno, atingindo um estado de bem-estar. A felicidade dos meditadores manifestava um estado de ausência de medo e completo controle das emoções.

Da mesma forma, as pessoas experimentam o chamado estado de fluxo durante certos estágios do exercício intelectual ou físico, um sentimento de felicidade que emociona a mente quando está totalmente em sintonia com o que está fazendo.

Mulher feliz e feliz aproveitando a bela floresta ao seu redor. Ilustração: simona pilolla 2/Shutterstock

Segundo o Dr. Daniel Goleman, reconhecido internacionalmente por seu trabalho no campo da psicologia, o estado de fluxo é uma sensação espontânea de deleite e surpresa agradável.

Em concordância com a hipótese de Goleman, as pessoas no estado de fluxo ficam tão absortas que sua atenção e consciência se misturam com suas ações.

Ao contrário do que os neurologistas pensavam há algum tempo, quando a mente focada se envolve em uma tarefa, como no estado de fluxo, o cérebro produz menos atividade. Parece ter menos do “ruído neuronal” observado quando a mente vagueia. É semelhante, embora mais evasivo, ao estado engendrado por aqueles que meditam com frequência.

Assim, a felicidade, segundo as descobertas científicas, é um estado inatingível por meios materiais; em vez disso, é um produto da liberdade emocional, talvez acompanhada pela contemplação compassiva do universo.

 

Entre para nosso canal do Telegram

Assista também:

 
 
 

Regime chinês matou adepto do Falun Gong para extrair seu fígado, afirma testemunha

Regime chinês matou adepto do Falun Gong para extrair seu fígado, afirma testemunha
Um ex-membro de uma gangue criminosa japonesa disse que testemunhou o comércio de órgãos na China, tendo visto ...
Leia Mais >
 

Trump: FBI invadiu sua casa na Flórida, propriedade está ‘sob cerco’

Trump: FBI invadiu sua casa na Flórida, propriedade está ‘sob cerco’
O ex-presidente Donald Trump disse que sua casa em Mar-a-Lago na Flórida está "sob cerco" e "ocupada por ...
Leia Mais >
 

Biden se diz “preocupado” com manobras da China, mas não crê em passo além

Biden se diz “preocupado” com manobras da China, mas não crê em passo além
O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, afirmou nesta segunda-feira estar "preocupado" com o uso de armas pela ...
Leia Mais >
 

Alimentos ultraprocessados podem contribuir para perda cognitiva

Alimentos ultraprocessados podem contribuir para perda cognitiva
Dificuldade de lembrar datas, fazer cálculos ou realizar tarefas básicas do dia a dia. As habilidades cognitivas geralmente ...
Leia Mais >