China tem a população mais vigiada do mundo, afirma estudo do Reino Unido

Por Lily Zhou

O Big Brother está assistindo os chineses muito mais do que outras nações, de acordo com uma análise recente que mostra que as cidades chinesas representam 18 das 20 cidades mais assistidas do mundo.

A empresa britânica de comparação de tecnologia Comparitech compilou o número de câmeras públicas de CFTV nas 150 cidades mais populosas do mundo com base em relatórios do governo, sites policiais e artigos de notícias, e os classificou pelo número de câmeras por cada 1000 pessoas.

Segundo os dados disponíveis, 18 das 20 cidades mais vigiadas estão na China, as outras duas são Londres e a cidade indiana de Hyderabad.

A cidade de Taiyuan, localizada no norte da China, possui 119,57 câmeras para cada 1.000 habitantes, a maior proporção do mundo e mais do que o dobro do número de Pequim, que possui 56,2 câmeras para cada 1.000 habitantes. Pequim é a quinta no mundo.

A capital britânica, Londres, possui 67,47 câmeras para cada 1.000 habitantes, ocupando o terceiro lugar. No entanto, os números obtidos em Londres podem incluir CFTVs privados, como hotéis.

Entre as 50 cidades mais vigiadas, 34 são da China continental. Hong Kong possui 6,62 câmeras por 1.000 pessoas, ocupando a 43ª posição no mundo.

Enquanto isso, Tóquio, a cidade mais populosa do mundo, possui apenas 1,06 câmeras públicas de CFTV por 1.000 pessoas.

Os dados de 26 cidades estão incompletos ou indisponíveis, incluindo quatro da China, quatro da Nigéria, três da Índia e Pyongyang, capital da Coreia do Norte.

“A China é o maior mercado de vigilância por vídeo em alguma margem. Também está fazendo uma transição rápida para a arquitetura de vigilância por vídeo em rede”, de acordo com um relatório de 2019 (pdf) da IHS Markit.

O relatório do IHS do ano passado mostrou que a China representava 54% das câmeras de vigilância no mundo. Até 2021, haverá 1.107 milhões de câmeras em todo o mundo, com 567 milhões na China.

Muitos argumentam que um dos benefícios da vigilância pública é a prevenção ao crime. No entanto, a Comparitech descobriu que “um número maior de câmeras dificilmente se correlaciona com uma menor taxa de criminalidade”.

Paul Bischoff, escritor técnico, defensor da privacidade e especialista em VPN (Rede Virtual Privada) da Comparitech, concluiu: “De um modo geral, não reduz necessariamente as taxas de criminalidade”.

Prisão digital

Em setembro de 2017, o programa estadual “China Gloriosa” da Televisão Central Chinesa (CCTV) ostentava como o Partido Comunista Chinês (PCC) construiu a maior rede de vigilância do mundo com milhões de câmeras em um sistema com inteligência artificial interconectada (IA) e big data.

John Sudworth, da BBC, recebeu uma demonstração de como esse “Projeto Skynet” funciona. A polícia tirou uma foto de Sudworth em uma sala de controle na cidade de Guiyang, no sul. Ele então foi para outro local para ver quanto tempo a polícia levaria para encontrá-lo. O experimento durou apenas 7 minutos.

Yin Jun, da Dahua Technology, que vendeu milhões de câmeras de reconhecimento facial, disse à BBC: “Podemos combinar cada rosto com um cartão de identificação e acompanhar todos os seus movimentos há uma semana no tempo. Podemos combinar seu rosto com seu carro, com seus parentes e com as pessoas com quem você está em contato. Com câmeras suficientes, podemos saber quem você conhece com frequência”.

Pippa Malmgren, analista de políticas dos EUA, descreveu em uma entrevista no YouTube em 2018 como o PCC poderia usar a tecnologia de reconhecimento facial desenvolvida por empresas como a SenseTime para prender pessoas em “prisões digitais”.

“Se você atravessar de forma imprudente, parece que você fez porque as câmeras estão em todo lugar agora. Portanto, o reconhecimento facial é incrivelmente forte. (…) A próxima coisa que você sabe é que você pega o seu celular e a multa por ter feito uma imprudência já está nas suas mensagens de texto, se ainda não tiver sido deduzida da sua conta bancária. E seu nome e / ou número do governo já são transmitidos na tela OLED que está acima do cruzamento mais próximo.”

Malmgren disse que se você se associar a alguém que, por exemplo, “pesquise no Google coisas que eles não querem que você olhe”, sua pontuação de crédito social também cairá.

“Porque Mao sempre disse que os melhores olhos e observadores não são do governo, é fazer com que todos relatem uns aos outros. (…) A Stasi adoraria esse sistema”, disse Malmgren.

Citando o exemplo de como a esposa de um dissidente não podia ir além de alguns quarteirões de sua casa sem a polícia aparecer, Malmgren disse: “Eles estão colocando você em prisões digitais”.

He Jian contribuiu para esta reportagem.

Apoie nosso jornalismo independente doando um “café” para a equipe.

Veja também:

Manipulando a América: o manual do Partido Comunista Chinês

 
 
 

Grupo bipartidário pede ‘revisão abrangente’ do financiamento dos EUA para pesquisa de vírus na China

Grupo bipartidário pede ‘revisão abrangente’ do financiamento dos EUA para pesquisa de vírus na China
Um grupo bipartidário de senadores está convocando o presidente Joe Biden para garantir que os Estados Unidos concluam ...
Leia Mais >
 

Autoridades chinesas destroem barragem

Autoridades chinesas destroem barragem
Por NTD Notícias Chineses, passaram dias e noites fortificando as margens de rios para evitar inundações, apenas para ...
Leia Mais >
 

Movimento fundado por Oswaldo Payá propõe medidas para isolar o regime comunista de Cuba

Movimento fundado por Oswaldo Payá propõe medidas para isolar o regime comunista de Cuba
O Movimento Cristão de Libertação (MCL) fundado pelo falecido Oswaldo Payá na terça-feira propôs medidas para isolar o ...
Leia Mais >
 

Embaixadas chinesas publicaram notas criticando os Jogos Olímpicos no Japão, mas por um motivo incomum que gerou furor entre internautas.

Embaixadas chinesas publicaram notas criticando os Jogos Olímpicos no Japão, mas por um motivo incomum que gerou furor entre internautas.
Por NTD Notícias Evidências apontam que a catástrofe das enchentes na China vem das autoridades do Partido Comunista. ...
Leia Mais >