Bolsonaro sanciona lei que torna crime a prática de perseguição digital

Por Bruna de Pieri, Terça Livre

O presidente Jair Bolsonaro sancionou na última quarta-feira (31) a lei nº 14.132, que torna crime a prática de perseguição digital, conhecida como stalking.

A nova legislação torna crime “perseguir alguém, reiteradamente e por qualquer meio, ameaçando-lhe a integridade física ou psicológica, restringindo-lhe a capacidade de locomoção ou, de qualquer forma, invadindo ou perturbando sua esfera de liberdade ou privacidade”.

Assinam o documento o presidente Jair Bolsonaro e os ministros da Justiça e Segurança Pública, Anderson Torres, e da Mulher, Família e Direitos Humanos, Damares Alves.

A pena para quem infringir a lei é de detenção, de 6 meses a 2 anos ou multa. A pena é aumentada em metade se o crime for cometido contra criança, adolescente ou idoso, e contra mulher por razões da condição de sexo feminino. O texto (PL 1.369/2019) da senadora Leila Barros (PSD-DF) havia sido aprovado no Senado em 9 de março.

Entre para nosso grupo do Telegram.

Veja também:

 
 
 

Mídia estatal chinesa ordena trabalhadores dos EUA a manterem ‘pureza política’, não pratiquem Falun Gong

Mídia estatal chinesa ordena trabalhadores dos EUA a manterem ‘pureza política’, não pratiquem Falun Gong
Braço internacional da emissora estatal do regime chinês ordenou que alguns de seus trabalhadores americanos contratados se distanciassem ...
Leia Mais >
 

EUA: Compromisso “inabalável” com defesa de Taiwan

EUA: Compromisso “inabalável” com defesa de Taiwan
Os EUA reiteraram seu compromisso “inabalável” com a defesa de Taiwan, e o ex-primeiro-ministro japonês disse que o ...
Leia Mais >
 

Simpsons: censura chinesa?

Simpsons: censura chinesa?
Pequim está promovendo uma campanha financeira única, incentivando cidadãos e empresas chinesas a usar moedas digitais em todo ...
Leia Mais >
 

Delator: verdade sobre falha em reator nuclear

Delator: verdade sobre falha em reator nuclear
Um novo relatório diz que ao menos 7 países estão silenciosamente apoiando um projeto militar taiwanês. Isso enquanto ...
Leia Mais >