Biden condena ‘repressão cada vez mais intensa’ de Pequim em Hong Kong após o fechamento do Apple Daily

Por Eva Fu

O presidente Joe Biden exigiu que Pequim encerrasse sua “repressão cada vez mais intensa” em Hong Kong após o fechamento forçado de um grande jornal pró-democracia, o Apple Daily .

Depois de sofrer uma batida policial massiva na semana anterior e o governo de Hong Kong congelar seus fundos, o meio de comunicação – um dos poucos independentes da cidade – publicou sua última edição em 24 de junho, distribuindo um milhão de cópias.

Seu site, suas contas de mídia social e seu aplicativo móvel não estão mais acessíveis. O jornal disse que tomou a decisão por motivos de segurança e de seus funcionários.

“É um dia triste para a liberdade da mídia em Hong Kong e em todo o mundo”, disse Biden em um comunicado na quinta-feira. “O povo de Hong Kong tem direito à liberdade de imprensa. Em vez disso, Pequim está negando as liberdades básicas e atacando a autonomia de Hong Kong e as instituições e processos democráticos, contrariando suas obrigações internacionais ”.

Saudando o meio de comunicação como “um bastião muito necessário do jornalismo independente em Hong Kong”, Biden disse que “Pequim deve parar de atacar a imprensa independente” e libertar os jornalistas detidos.

“Jornalistas são aqueles que dizem a verdade, aqueles que responsabilizam os líderes e aqueles que fazem a informação fluir livremente, e isso é necessário agora mais do que nunca em Hong Kong e em lugares ao redor do mundo onde a democracia está ameaçada, “ele disse. “O ato de fazer jornalismo não é crime”.

Cinco editores e executivos do Apple Daily e de sua empresa-mãe Next Digital estão sob custódia após a operação por suspeita de conluio com forças estrangeiras, uma violação da lei de segurança nacional que acarreta pena de prisão perpétua . O tribunal negou fiança a dois executivos. Na quarta-feira, a polícia deteve uma sexta pessoa – o colunista-chefe Yeung Ching-kee – aplicando a mesma lei.

Nesta imagem fornecida pelo Apple Daily, policiais invadem o escritório do Apple Daily em Hong Kong, China, em 17 de junho de 2021 (Apple Daily via Getty Images)

“Por meio de prisões, ameaças e aplicação de uma Lei de Segurança Nacional que criminaliza a liberdade de expressão, Pequim tem insistido em exercer seu poder de suprimir a mídia independente e silenciar opiniões divergentes”, disse Biden.

Ele prometeu que “os Estados Unidos não vacilarão em nosso apoio ao povo de Hong Kong e a todos aqueles que defendem as liberdades básicas que todas as pessoas merecem”.

Países como Japão, Reino Unido, Canadá e Taiwan, assim como a União Europeia, criticaram o fechamento do Apple Daily, chamando-o de um golpe para a liberdade de imprensa de Hong Kong. O porta-voz do Ministério das Relações Exteriores da China, em resposta, considerou a crítica um ato de “apontar o dedo”.

O fundador do Apple Daily, Jimmy Lai, um crítico ferrenho de Pequim, está preso desde dezembro, acusado de participar de comícios não autorizados durante protestos pró-democracia em Hong Kong em 2019 e supostamente colocar em risco a segurança nacional.

Funcionários do jornal Apple Daily acendem as luzes do smartphone do telhado de seu escritório e gritam “obrigado” para seus apoiadores na rua em 23 de junho de 2021 em Hong Kong, China (Anthony Kwan / Getty Images)

Na quinta-feira, Michelle Bachelet, chefe dos direitos humanos das Nações Unidas, criticou a prisão de Lai, dizendo que “ele enfrentou consequências negativas por exercer seus direitos humanos fundamentais”.

Em uma declaração conjunta com sete outras associações de jornalistas e sindicatos de imprensa, a Associação de Jornalistas de Hong Kong expressou sua “raiva e pesar pela perda deste valioso grupo de imprensa multimídia que há muito tempo pratica e defende o jornalismo”.

“Não podemos sair para expressar nosso descontentamento, já que estamos restritos à proibição de reuniões em grupo, mas isso não nos silenciará”, disse o grupo. “Como demonstração de unidade”, disse o grupo, eles se vestirão de preto “em protesto ao golpe do governo contra a liberdade de imprensa”.

Siga Eva no Twitter: @EvaSailEast

Entre para nosso canal do Telegram.

Siga o Epoch Times no Gab.

Veja também:

 
 
 

ONU adverte que IA pode representar uma ameaça ‘negativa e até mesmo catastrófica’ aos direitos humanos

ONU adverte que IA pode representar uma ameaça ‘negativa e até mesmo catastrófica’ aos direitos humanos
A Organização das Nações Unidas advertiu que os sistemas de inteligência artificial (IA) podem representar uma ameaça "negativa, ...
Leia Mais >
 

Navios de guerra chineses entram em zona americana

Navios de guerra chineses entram em zona americana
Navios de guerra chineses entraram na zona econômica exclusiva americana. A mídia estatal chinesa disse ser uma medida ...
Leia Mais >
 

EUA, Austrália e Reino Unido firmam pacto histórico de defesa contra a China

EUA, Austrália e Reino Unido firmam pacto histórico de defesa contra a China
Estados Unidos, Austrália e Reino Unido anunciaram nesta quarta-feira um pacto de defesa histórico, que inclui o apoio ...
Leia Mais >
 

Investidores de empresa chinesa exigem seu dinheiro de volta

Investidores de empresa chinesa exigem seu dinheiro de volta
Um novo surto do vírus do PCC atinge a China. Um homem testa positivo após 3 semanas em ...
Leia Mais >