Até mesmo um imperador deve pagar pelos seus erros

Por Lu Wen, Minghui.org

O Imperador Xuan Di (578 – 579 dC) da Dinastia Zhou do Norte (557 – 581 d.C.) era um mimado quando ainda príncipe, então seu pai, Imperador Wu Di (561 – 578 d.C.) o submeteu a uma disciplina mais dura. O imperador reservou um eunuco chamado Cheng Shen para supervisionar diretamente o príncipe. Ele disse a Cheng Shen que seria executado se ele não relatasse qualquer erro cometido pelo príncipe. Cheng Shen não teve escolha senão relatar respeitosamente todas as más ações cometidas pelo príncipe. Por causa dessa ordem, o Imperador Wu Di fez o príncipe levar palmadas mais de cem vezes durante o período de supervisão de Cheng Shen.

Mais tarde, o príncipe sucedeu ao trono e tornou-se o Imperador Xuan Di. Um dia, quando o Imperador Xuan Di olhou para cicatrizes das correções que levou em seu corpo, um sentimento de raiva e ódio o dominaram. Ele perguntou: “Onde está Cheng Shen?” Um sujeito respondeu: “Cheng Shen foi enviado para um posto fora da capital”. O Imperador Xuan Di mandou prendê-lo imediatamente. Uma vez que Cheng Shen foi enviado de volta à corte real, o Imperador Xuan Di imediatamente o sentenciou à morte. Cheng Shen deu um pulo e exclamou: “Foi o seu pai quem ordenou que eu supervisionasse seu comportamento. Eu não cometi nenhum crime. Você está violando o desejo de seu pai e matando um homem inocente. Se os fantasmas realmente existirem, seu pai definitivamente irá puni-lo!

Pouco depois de Cheng Shen ser executado, uma empregada bocejou e uma lágrima caiu de seus olhos. Alguém a acusou de sentir falta de Cheng Shen e a denunciou ao Imperador Xuan Di. O imperador a torturou. Assim que ela foi atingida na cabeça, o Imperador Xuan Di gritou em agonia por causa de uma forte dor de cabeça. Quando a empregada foi atingida na cabeça pela segunda vez, o Imperador Xuan Di sentiu outra dor intensa em sua cabeça. O Imperador Xuan Di não percebeu que era uma retribuição cármica e não admitiu seu erro ao torturar a empregada. Em vez disso, ele ficou ainda mais enfurecido e gritou: “Ela é minha nêmesis!” Ele cortou a empregada em duas partes, na altura da cintura. Assim que ela faleceu, o Imperador Xuan Di ficou em agonia pela dor fulminante que teve no estômago na sua lombar.

Naquela noite, o Imperador Xuan Di deixou o palácio do sul. Sua misteriosa doença piorou. No dia seguinte, quando voltava para o palácio do sul, a dor no estômago e na lombar eram tão graves que ele mal conseguia andar a cavalo. Ele não teve escolha a não ser pegar a carruagem. Quando a carruagem passou pelo local onde a empregada havia sido morta, uma sombra escura apareceu no chão, lembrando a forma de uma pessoa. Na época, a sombra parecia uma mancha de sangue, então os criados tentaram lavá-la com água. No entanto, nada podia remover a sombra escura. Eles tentaram diversas vezes, mas nada funcionou. Finalmente, decidiram remover o solo naquela área e enchê-lo com novo solo. No dia seguinte, a sombra escura que lembrava a forma de uma pessoa reapareceu!

Cerca de oito dias depois, o Imperador Xuan Di faleceu com todo o seu corpo infectado e coberto de pus. No dia do funeral, os criados tentaram colocar o corpo do imperador em sua cama, mas não conseguiram levantar a cama, devido ao peso. Eles tentaram outras camas também, mas não podiam levantar o Imperador Xuan Di deitado em qualquer uma das camas. Finalmente, eles usaram a cama da empregada, pois essa era a única cama que eles foram capazes de levantar. No final, o corpo em decomposição do Imperador Xuan Di foi enterrado na cama da empregada. Possivelmente essa era a vontade do céu. O Imperador Xuan Di morreu cerca de 20 dias após a execução de Cheng Shen.

A julgar por seu comportamento depois que ele assumiu o trono, o Imperador Xuan Di era um homem depravado desde a adolescência. Seu pai, o Imperador Wu Di, colocou-o sob rígida disciplina quando era apenas um príncipe, pois quis educá-lo e torná-lo um bom imperador assim que assumisse o trono. Cheng Shen não fez nada de errado em relatar o mau comportamento do príncipe. O Imperador Wu Di transferiu Cheng Shen para um posto fora da capital, provavelmente para evitar a vingança do Imperador Xuan Di. No entanto, o Imperador Xuan Di mandou prender Cheng Shen e o trouxe de volta, a fim de matá-lo. Foi realmente um ato sem sentido matar uma vida inocente. Ao matar Cheng Shen, o Imperador Xuan Di estava tentando descontar seu ódio contra seu próprio pai e se vingar. Cheng Shen estava certo quando chamou o ato do Imperador Xuan Di de uma violação do desejo de seu pai.

Até mesmo um imperador recebe retribuição cármica por seus crimes. Que esta história seja um aviso para aquelas pessoas que seguem o malvado Partido Comunista Chinês em seus crimes contra os praticantes do Falun Gong. Abandone todo o mal e siga sua consciência!

 
 
 

Juiz Marcelo Brêtas manda prender ex-presidente Michel Temer

Juiz Marcelo Brêtas manda prender ex-presidente Michel Temer
O ex-presidente Michel Temer foi preso em São Paulo, no âmbito da Operação Lava Jato. A ordem de ...
Leia Mais >
 

EUA alertam Ortega de que não há como escapar das sanções contra empresas ligadas ao regime de Maduro

EUA alertam Ortega de que não há como escapar das sanções contra empresas ligadas ao regime de Maduro
Tanto a empresa Alba de Nicaragua (Albanisa) quanto sua filial Bancorp, que foram atingidas pelas sanções que os ...
Leia Mais >
 

Trump promete facilitar entrada de brasileiros nos EUA

Trump promete facilitar entrada de brasileiros nos EUA
O presidente Jair Bolsonaro liberou o visto para turistas dos Estados Unidos, Japão, Austrália e Canadá, sendo muito ...
Leia Mais >
 

“Eu me senti violada”: adolescente processa escola por presença de estudante trans no vestiário feminino (Vídeo)

“Eu me senti violada”: adolescente processa escola por presença de estudante trans no vestiário feminino (Vídeo)
Uma estudante do ensino médio na Pensilvânia disse que sua privacidade foi violada e que ela foi submetida ...
Leia Mais >