Após dois votos contra liberdade de Lula, pedido de vista adia julgamento no STF

Por André Brito, Diário do Poder

O julgamento do pedido de liberdade do ex-presidente Lula na Segunda Turma do Supremo Tribunal Federal foi adiado após pedido de vista do ministro Gilmar Mendes.

O ministro relator, Edson Fachin, considerou não haver fatos novos que justificassem a concessão da liberdade e votou contra o pedido.

Segunda a votar, a ministra Cármen Lúcia, que assumiu o lugar do ministro Dias Toffoli na Turma, seguiu o voto do relator para manter Lula na prisão.

Após o voto de Cármen Lúcia, o ministro Gilmar Mendes pediu vista (mais tempo para analisar o caso) e o julgamento foi adiado.

 
 
 

Da saúde a Hollywood: como o regime chinês tenta controlar a América

Da saúde a Hollywood: como o regime chinês tenta controlar a América
Hoje, as "plataformas de entretenimento" dos EUA estão tão "desesperadas pelo mercado chinês" que agora estão dispostas a ...
Leia Mais >
 

Embaixadas chinesas publicaram notas criticando os Jogos Olímpicos no Japão, mas por um motivo incomum que gerou furor entre internautas.

Embaixadas chinesas publicaram notas criticando os Jogos Olímpicos no Japão, mas por um motivo incomum que gerou furor entre internautas.
Por NTD Notícias Evidências apontam que a catástrofe das enchentes na China vem das autoridades do Partido Comunista. ...
Leia Mais >
 

Epoch Times lança iniciativa ‘Defendendo America’ com painel sobre a constituição

Epoch Times lança iniciativa ‘Defendendo America’ com painel sobre a constituição
O Epoch Times realizou um painel de discussão em 19 de julho entre os principais especialistas na Constituição ...
Leia Mais >
 

Enchentes mortíferas na China

Enchentes mortíferas na China
Por NTD Notícias O senador Marco Rubio na terça-feira disse em tuite que o fechamento do instituto Confúcio ...
Leia Mais >