Aneel usa pandemia e até alta do dólar para ajudar ‘parceiras’ elétricas

Por Diário do Poder

A crise se agrava, mas a agência “reguladora” de energia elétrica Aneel continua agindo como parceira de empresas e distribuidoras, em vez de regular em benefício do consumidor que a sustenta. Após a demagogia de proibir o corte de luz de famílias de baixa renda, por falta de pagamento na pandemia, liberou aumento na conta para “compensar as perdas”. Como outras agências, usou a antiga lorota: “a alta no dólar”. A informação é da Coluna Cláudio Humberto, do Diário do Poder.

Como acontece com os combustíveis, a Aneel deve fazer vista grossa e quando a pandemia passar e o dólar cair, não haverá redução na tarifa.

Além de autorizar os aumentos, a Aneel sinaliza com empréstimo de até R$16 bilhões para dar “alívio” às distribuidoras pela queda na demanda.

Entre 2002 e 2009, governo Lula, distribuidoras cobraram R$7 bilhões a mais do que deveriam dos consumidores e ficou tudo por isso mesmo.

 
 
 

COVID-19, uma pandemia do medo ‘fabricada’ pelas autoridades, afirma epidemiologista de Yale

COVID-19, uma pandemia do medo ‘fabricada’ pelas autoridades, afirma epidemiologista de Yale
A pandemia da COVID-19 tem sido uma pandemia do medo, fabricada por indivíduos em cargos nominais de autoridade ...
Leia Mais >
 

RISCO: 52% dos americanos vê China como principal ameaça

RISCO: 52% dos americanos vê China como principal ameaça
Os americanos parecem estar, drasticamente, mudando de ideia sobre o Regime comunista chinês. Pela primeira vez, metade dos americanos ...
Leia Mais >
 

EUA: Comunismo na educação

EUA: Comunismo na educação
Maduro vira desenho animado. A União Soviética e a China promoveram o culto à personalidade de tiranos como ...
Leia Mais >
 

EUA: Compromisso “inabalável” com defesa de Taiwan

EUA: Compromisso “inabalável” com defesa de Taiwan
Os EUA reiteraram seu compromisso “inabalável” com a defesa de Taiwan, e o ex-primeiro-ministro japonês disse que o ...
Leia Mais >