Alerta no Japão: super tufão Hagibis pode passar por Tóquio com ventos estimados em 150 km/h

Meteorologista Fernando Lopes, Epoch Times

O mais forte tufão da temporada de 2019, denominado Hagibis,  está no oceano pacífico com ventos de 237 Km/h registrados no último boletim desta quinta-feira (09/10) da Agencia Nacional Japonesa de Meteorologia (JMA) e pode chegar ao Japão ainda com grande potencial para causar desastres.  Os centros de monitoramento estão em alerta devido aos fortes ventos e à característica peculiar do fenômeno.

Quem conhece a história do vento divino (Kamikaze)?  O Vento foi considerado o salvador do Japão contra a invasão do império mongol  em duas ocasiões, em 1247 e 1281, quando os fortes ventos dos tufões destruíram embarcações e impediram a chegada das tropas inimigas até o litoral japonês. O vento é considerado algo sagrado. Depois o termo kamikaze serviu para motivar os pilotos durantes os últimos esforços para vencer a Segunda Guerra mundial  frente aos Estados Unidos.

 

Rota do furacão e estimativa de ventos em nós (Joint Typhoon Warning Center)
Rota do furacão e estimativa de ventos em nós (Joint Typhoon Warning Center)

Então a relação com as ventanias no país se difere do Brasil, onde ventos da categoria de um Tufão causariam pânico geral.  A ventania é conhecida e a temporada de Tufões já é esperada. As estruturas dos prédios do Japão e as próprias casas são reforçadas para que possam enfrentar os desastres naturais.  Mesmo assim, a situação é de alerta, pois as perdas econômicas podem chegar a bilhões de dólares e mesmo com alta tecnologia e sistemas de alerta,  sempre há grandes riscos para a população.

Além disso, o tufão Hagibis apresenta características muito fortes e deve tocar a terra no Japão durante pelo menos dois eventos importantes que ocorrerão no próximo final de Semana no país. O Grande prêmio de Fórmula 1 e o campeonato Mundial de Rugby. As informações são de que os eventos serão transferidos.

A JMA colocou em alerta a região de Ogasawara Shoto, ainda no Distrito ou a chamada prefeitura de Tóquio onde pode ocorrer maior risco de destruição.  A rota prevista do furacão é desde o oceano até todo o território do Japão. Quando tocar o continente o centro do Tufão deve cruzar o país até chegar na região da grande capital.  Os ventos no oceano serão muito maiores, quando chegar a Tóquio entre o sábado e o domingo (12 e 13/10) a categoria do Tufão já deve ser de nível dois, mesmo assim o alerta é para grandes ondas e ventos constantes de 150 km/h com rajadas de mais de 180 km/h. Diferentemente das rajadas de ventos que são rápidas, quando o vento se mantém com alta velocidade seu poder  destrutivo pode ser  muito maior.

O Tufão deve passar rápido e na segunda-feira já deve estar longe da costa Japonesa. O Alerta fica para as ondas que podem se manter altas em grande parte do litoral.

 

 
 
 

Trump afirma que EUA designarão Antifa como organização terrorista

Trump afirma que EUA designarão Antifa como organização terrorista
O presidente Donald Trump disse no domingo que o governo federal declarará o Antifa, um grupo de extrema ...
Leia Mais >
 

Primeiro-ministro da China reconhece grave crise econômica, com 600 milhões de pessoas ganhando US$ 140 por mês

Primeiro-ministro da China reconhece grave crise econômica, com 600 milhões de pessoas ganhando US$ 140 por mês
Por Nicole Hao Após a conclusão das reuniões deste ano da legislatura chinesa de carimbos de borracha, o ...
Leia Mais >
 

Comunismo e cultura: uma diferente de experiência de uma imigrante

Comunismo e cultura: uma diferente de experiência de uma imigrante
Um boletim informativo recente da Publishers Weekly listou "10 livros essenciais sobre a experiência do imigrante". Nenhum é ...
Leia Mais >
 

STF suspende julgamento de bloqueio do WhatsApp por decisão judicial

STF suspende julgamento de bloqueio do WhatsApp por decisão judicial
O ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), pediu vista das duas ações que contestam a ...
Leia Mais >