25 milhões de toneladas de grãos não podem ser exportados da Ucrânia

Por Katabella Roberts

Um enorme acúmulo de grãos, totalizando quase 25 milhões de toneladas, está retido na Ucrânia e não pode ser transportado para fora do país devido a “desafios de infraestrutura” e portos bloqueados no Mar Negro, segundo um funcionário da agência de alimentos da ONU.

A remessa bloqueada de grãos pode estar exacerbando ainda mais os altos preços dos alimentos em todo o mundo, que em março subiram no ritmo mais rápido já registrado, segundo a Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação (FAO), subindo 13% no mês, para 159,3 pontos, um recorde histórico.

Antes das forças russas invadirem a Ucrânia em fevereiro, o país era um dos maiores produtores mundiais de commodities agrícolas, especializando-se em produtos básicos como trigo, milho e colza, sementes de girassol e óleo de girassol.

Juntamente com o aumento dos preços, as autoridades dos EUA alertaram repetidamente sobre a escassez de alimentos provocada pelo conflito entre a Rússia e a Ucrânia, e o último atraso sem dúvida aumentará essa preocupação crescente.

“É uma situação quase grotesca que vemos neste momento na Ucrânia com quase 25 milhões de toneladas de grãos que poderiam ser exportados, mas que não podem sair do país simplesmente por falta de infraestrutura e bloqueio dos portos”, disse Josef Schmidhuber, vice-diretor da FAO , divisão de mercados e comércio, em uma entrevista coletiva em Genebra, na sexta-feira.

Schmidhuber disse que os bloqueios de grãos podem resultar em escassez de armazenamento durante a próxima safra em julho e agosto, principalmente se os portos do Mar Negro permanecerem bloqueados pelas forças russas.

Desde que as forças de Moscou invadiram, a Ucrânia teve que exportar grãos por trem através de sua fronteira ocidental ou de seus pequenos portos no rio Danúbio, em vez de por mar. No entanto, foi relatado que esses vagões contendo grãos enfrentaram vários problemas de burocracia e desafios logísticos, além de escassez de mão de obra e vagões.

“Apesar da guerra, as condições de colheita não parecem tão terríveis. Isso pode realmente significar que não há capacidade de armazenamento suficiente na Ucrânia, principalmente se não houver um corredor de trigo aberto para exportação da Ucrânia”, disse ele.

O vice-diretor da FAO também observou outras preocupações em relação a relatos de que alguns armazenamentos de grãos na Ucrânia foram destruídos em meio ao conflito em andamento.

Schmidhuber não deu detalhes sobre esses relatórios, mas o Ministério da Defesa da Ucrânia disse em 5 de maio que cerca de 400.000 toneladas de grãos foram roubadas até o momento. O Epoch Times não conseguiu verificar as alegações feitas pelo Ministério da Defesa.

O comentário de Schmidhuber veio logo após os dados da S&P Global mostrarem que a escassez de alimentos atingiu um recorde em abril.

Segundo a pesquisa, o Índice Global de Escassez da Oferta sinalizou que a escassez foi pouco menos de sete vezes maior do que o nível normal no mês passado, inalterado em relação à alta de quatro meses de março. A capacidade de carga permaneceu a mais impactada, disse a S&P Global.

Enquanto isso, as Nações Unidas em abril disseram que 45 milhões de pessoas em todo o mundo sofrem de desnutrição, e mais 8-20 milhões estão em risco de fome por causa dos efeitos colaterais da guerra.

Entre para nosso canal do Telegram

Assista também:

 
 
 

Regime chinês matou adepto do Falun Gong para extrair seu fígado, afirma testemunha

Regime chinês matou adepto do Falun Gong para extrair seu fígado, afirma testemunha
Um ex-membro de uma gangue criminosa japonesa disse que testemunhou o comércio de órgãos na China, tendo visto ...
Leia Mais >
 

Trump: FBI invadiu sua casa na Flórida, propriedade está ‘sob cerco’

Trump: FBI invadiu sua casa na Flórida, propriedade está ‘sob cerco’
O ex-presidente Donald Trump disse que sua casa em Mar-a-Lago na Flórida está "sob cerco" e "ocupada por ...
Leia Mais >
 

Biden se diz “preocupado” com manobras da China, mas não crê em passo além

Biden se diz “preocupado” com manobras da China, mas não crê em passo além
O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, afirmou nesta segunda-feira estar "preocupado" com o uso de armas pela ...
Leia Mais >
 

Alimentos ultraprocessados podem contribuir para perda cognitiva

Alimentos ultraprocessados podem contribuir para perda cognitiva
Dificuldade de lembrar datas, fazer cálculos ou realizar tarefas básicas do dia a dia. As habilidades cognitivas geralmente ...
Leia Mais >